ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

MPE garante médico à paciente e envia conta à prefeitura

Por Redação | 23/07/2008 10:26

Durante mais de quatro horas a dona-de-casa Rosimari Pereira, de 48 anos, vítima de derrame, teve de esperar atendimento dentro de uma ambulância, na porta do Posto de Saúde Guanandi.

Sem maca, espaço ou equipamentos adequados para atendimento de alta complexidade, os profissionais da Capital não puderam atender a mulher no posto, resolveram então chamar o Samu que decidiu acionar o Ministério Público Estadual para tentar por fim aos encaminhamentos feitos pelo interior

Nos siga no Google Notícias