A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/09/2009 11:50

MPE pede expulsão de PMs presos na Las Vegas

Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com ação civil pública por improbidade administrativa contra os servidores públicos integrantes da PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul, o capitão Paulo Roberto Teixeira Xavier e o 3º sargento Marcos Massaranduba.

Os policiais foram acusados de envolvimento na organização criminosa de jogos de azar, chefiada pelo major aposentado Sérgio Roberto de Carvalho, que já teve decisão favorável à expulsão proferida pela Justiça.

O grupo foi desmantelado em maio deste ano, durante a operação Las Vegas.

Outro PM preso, por envolvimento no caso, Odilon Ferreira da Silva, já está na reserva.

Na ação, além da perda do cargo público dos dois militares, o MPE pede a restituição de valores desviados do erário público para uso pessoal, bem como a punição dos demais envolvidos.

O MP também incluiu as 18 pessoas denunciadas após a operação. Como elas não têm cargo público, deverão sofrer somente sanções, caso os pedidos sejam aceitos pela justiça.

De acordo com as investigações do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), a organização se beneficiava diretamente da conduta de improbidade dos dois servidores. Os policiais evitavam a apreensão de equipamentos e máquinas caça-níqueis, utilizando a estrutura de inteligência da Polícia Militar.

No começo de junho, o MP denunciou os 20 envolvidos na organização criminosa pelos crimes de falsidade ideológica, documentos falsos, prática de jogo de azar, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions