A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/10/2013 23:35

MPE vai ajudar municípios de MS a integrar Programa Brasil Transparente

Vinícius Squinelo

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, através das Promotorias de Patrimônio Público e Social em Parceria com a Controladoria-Geral da União em MS, vai ajudar os municípios do Estado a integrar o Programa Brasil Transparente, da Controladoria-Geral da União (CGU). Esse programa tem como objetivo auxiliar Estados e Municípios na implementação das medidas de governo transparente previstas na Lei de Acesso à Informação (LAI). Objetiva, ainda, juntar esforços no incremento da transparência pública e na adoção de medidas de governo aberto.

Na sexta-feira (18), o Procurador-Geral de Justiça em exercício, Paulo Alberto de Oliveira, durante reunião no auditório da sede do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, recomendou a todos os Promotores de Justiça do MPMS, com atuação na área do Patrimônio Público e Social, a adoção de medidas cabíveis para a implementação do Programa Brasil Transparente.

O Procurador-Geral de Justiça em exercício, Paulo Alberto de Oliveira, disse aos Promotores de Justiça de todo o Estado, que a “corrupção é um fenômeno que afeta negativamente a efetividade das políticas públicas e o crescimento econômico, tanto nos países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento. Por esse motivo, o Ministério Público, por evidente vocação constitucional, busca cada vez mais intensificar a luta sistemática contra a corrupção, não apenas com medidas punitivas, mas ampliando as ações preventivas”.

O Procurador de Justiça Antonio Siufi Neto, Corregedor-Geral Substituto do Ministério Público e Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça do Patrimônio Público e Social, destacou, durante a reunião com os Promotores de Justiça de várias Comarcas do Estado, a importância desse programa de transparência para os municípios de Mato Grosso do Sul.

Segundo Cristiane Mourão Leal Santos, Promotora de Justiça da Capital e Assessora Especial do Procurador-Geral de Justiça, atualmente 21 municípios do Estado já aderiram ao Programa Brasil Transparente, mas ainda faltam muitos e por isso pediu o empenho de todos os Promotores de Justiça de Patrimônio Público e Social para que a Lei de Transparência e a Lei de Acesso à Informação sejam cumpridas no Estado.

Segundo ela, a cobrança de mais transparência nos órgãos públicos tem aumentado em ritmo bastante acelerado nos últimos anos no Brasil por parte da população. A promoção da transparência e do acesso a informação é considerada medida indispensável para o fortalecimento da democracia e para a melhoria da gestão pública, acrescentou.

Janaína Gonçalves Theodoro de Faria, chefe da Controladoria-Geral da União em Mato Grosso do Sul e Rosemary Zucareli Inocêncio, coordenadora do Núcleo de Ações de Prevenção à Corrupção da Controladoria-Geral da União em Mato Grosso do Sul, fizeram uma explanação aos Promotores de Justiça sobre o Programa Brasil Transparente. A CGU/MS fará oficinas técnicas para capacitar servidores dos municípios que aderirem ao programa.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions