ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  28    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

MS é o 3º estado onde mais acontecem incêndios gerados por curto-circuito

Somente em 2017, foram registrados 38 casos de incêndios em decorrência de acidentes elétricos. Saiba como prevenir.

Por Anahi Gurgel | 12/07/2018 18:37
Residência onde incêndio destruiu os pertences de uma família, no Parque Lageado, no dia 10. (Foto: Fernando Antunes)
Residência onde incêndio destruiu os pertences de uma família, no Parque Lageado, no dia 10. (Foto: Fernando Antunes)

Mato Grosso do Sul é o terceiro estado do País que mais registra incêndios gerados por curto-circuito. Somente em 2017 foram 38 casos, de acordo com o Anúário Estatístico da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade) sobre acidentes de origem elétrica.

Segundo o levantamento, o estado fica atrás somente de São Paulo e Paraná. Os dados alertam para a necessidade de vistoria periódica na rede doméstica, pois, na maioria das vezes, o curto-circuito é resultado de uma sobrecarga que acaba gerando um superaquecimento e derrete a proteção dos fios.

“Desencapados, eles podem encostar um no outro e produzir faíscas, dando início a chamas”, explica a engenheira eletricista, Marcela Onizuka.

Outro ponto fundamental é que toda a instalação elétrica de um imóvel deve ser realizada por profissionais qualificados, para garantir a segurança de todos os moradores.

Também deve ser dada atenção redobrada com imóveis antigos, que não possuem instalações adequadas para receber os inúmeros aparelhos eletrônicos encontrados atualmente, como computadores, celulares e eletrodomésticos. A ausência dessa estrutura pode provocar sobrecarga e, consequentemente, acidentes elétricos.

Mestre em Engenharia Elétrica, Marcela repassa outros cuidados no cotidiano para se evitar curtos-circuitos.

"O uso de benjamins, adaptadores e réguas para conectar diversos aparelhos deve ser feito com cautela para evitar sobrecarga. Manchas pretas nas tomadas são sinal de que algo está errado. Chame um profissional se o disjuntor se desarmar com bastante frequência e sempre manter os fios organizados e corretamente isolados, nunca desencapados", orienta.

Acidente - Incêndio em residência na manhã do dia 10 deixou um bebê de nove meses ferido e pelo menos seis crianças intoxicadas depois de inalarem fumaça em Campo Grande. O fato aconteceu no Parque do Lageado. A tragédia tem como principal hipótese um curto-circuito.

 

Regras de comentário