ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

MS é o 5º Estado com menos beneficiários do Bolsa Família

Por Lidiane Kober e Filipe Prado | 29/11/2013 15:53
Com quatro filhos pequenos, Janaina não recebe o auxílio mensal do Governo Federal (Foto: Cleber Gellio)
Com quatro filhos pequenos, Janaina não recebe o auxílio mensal do Governo Federal (Foto: Cleber Gellio)

Das 27 Unidades da Federação, Mato Grosso do Sul é 5º com menos beneficiários do Programa Bolsa Família, segundo análise do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta sexta-feira (29). Com quatro filhos, a dona de casa Janaina Costa Ribeiro, 24 anos, ainda não tem acesso ao projeto social e, atualmente, sobrevive com um salário mínimo, que o marido recebe por mês.

O casal e os filhos, de 1, 4, 5 e 6 anos, vive em um barraco no Bairro Cidade de Deus. “O que nos salva são doações de alimentos e roupas”, comentou. Ela contou que até foi atrás de benefícios sociais, mas ainda não conseguiu. “É muita criança para pouco salário”, acrescentou.

Para piorar, o marido sofreu acidente de motocicleta ontem (28). “Ele perdeu um dedo da mão e nem consigo visitá-lo, porque não tem com quem deixar as crianças”, comentou.

Por outro lado, Aparecida Conceição Guimarães, 55 anos, é um dos 141.399 inscritos de Mato Grosso do Sul beneficiados pelo programa federal. No total, 351.127 famílias estão cadastradas no Estado, mas apenas 40,3% recebem a ajuda mensal.

Aparecida sustenta seus três filhos, de 8, 14 e 20 anos, com os R$ 134, que o Bolsa Família repassa mensalmente. Ela também mora em um barraco no Bairro Cidade de Deus e consegue manter a família graças a ajudar de voluntários. “Eles nos doam comida e roupa”, disse.

Analfabeta, Aparecida disse que está “muito doente” e não tem condições de trabalhar. “Meu filho mais velho procura por um serviço, mas está difícil”, comentou. Os outros dois ela mantém na escola para garantir o benefício do governo. “Peço a Deus que eles tenham um futuro melhor”, apelou.

Ranking – Ainda de acordo com o IBGE, no país, Santa Catarina é Estado com menos beneficiários do Bolsa Família. Lá, 30% dos cadastrados, recebem a ajuda mensal. O Paraná é o segundo da lista, com 35,1% de repasse aos inscritos no programa.

No terceiro lugar, figura o Distrito Federal, com 36,2% de beneficiários entre os cadastrados. Depois, aparece o Estado de São Paulo, com 39,5% de repasse da ajuda aos inscritos no projeto. Por outro lado, o Maranhão é o Estado com maior percentual de beneficiados. Do total de cadastrados, 68,1% ganham a ajuda.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário