A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/04/2015 17:53

MS terá R$ 1,5 bi para recuperação de rodovias federais, afirma Giroto

Ricardo Campos Jr.
Giroto diz que todas as rodovias federais que passam por MS receberão investimentos (Foto: Fernando Antunes)Giroto diz que todas as rodovias federais que passam por MS receberão investimentos (Foto: Fernando Antunes)

O Ministério dos Transportes investirá cerca de R$ 1,5 bilhão em obras de recuperação e sinalização das rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul. O assessor especial do órgão, Edson Giroto (PR), disse ao Campo Grande News nesta sexta-feira (10) que as melhorias devem ser licitadas até julho.

Segundo ele, o prazo leva em conta o tempo previsto em lei para cancelar contratos com empresas que não deram conta dos serviços. Todas as vias devem receber algum tipo de intervenção.

Giroto esteve em Campo Grande e participou de uma reunião na superintendência regional do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) com representantes de empreiteiras que ainda estão habilitadas para serviços de manutenção. “Não vai faltar recurso para que eles possam executar os trabalhos e pedimos comprometimento para tentar devolver às rodovias a qualidade que tiveram”, afirma.

Na próxima sexta-feira ele deve conversar com engenheiros da superintendência local para uma “troca de ideias” sobre as ações que serão tomadas até 2018, quando termina o mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

Pontos críticos – Giroto enumerou algumas das intervenções que devem ser feitas. Segundo ele, na BR-262 e BR-060, além da manutenção, haverá implantação do acostamento. Na BR-267 será feita restauração de alguns trechos, principalmente o que passa em Guia Lopes da Laguna.

Ele vai analisar se vai ser possível usar os recursos federais para melhorar os trechos de rodovias que passam por zonas urbanas, como Ribas do Rio Pardo, Água Clara e Camapuã.

“Tem um problema em Paranaíba. O Distrito Industrial cruza a BR-158 e têm acontecido acidentes. Vamos fazer um estudo se cabe no contrato ou se faremos outro para construir uma passarela, evitando esse transtorno”, adianta o assessor especial.

Receberá atenção o trecho da MS-060 perto do acesso para Paraíso das Águas. Segundo Giroto, o trânsito no local está confuso, causando conflitos e aumentando o risco de batidas no local.
“Todas as ações que vamos ter que fazer para melhorar a ação do usuário, o DNIT MS está autorizado a fazer. Quero deixar as rodovias federais melhor do que deixou as estaduais”, conclui.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions