ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Mulher assassinada era ameaçada de morte há 4 meses

Por Redação | 17/09/2009 08:44

Assassinada na madrugada desta quinta-feira, Paula Alessandra Ferreira, de 27 anos, recebia ameaças de morte há quatro meses. Conforme vizinhos, ela relatava que convivia com ameaças por parte de Marcelo Domingos de Oliveira, que estaria inconformado com o fim de um romance.

Nesta madrugada, na rua Indaiatuba, em Indubrasil, Paula e João Pinheiro Faria, seu colega de trabalho, foram encontrados mortos a facadas. O casal estava na casa de Paula. Ela foi atingida por sete facadas, enquanto João foi morto com 10 golpes de faca. Os corpos foram encontrados nus.

Gerson Nascimento, dono da lanchonete Grande Parada, onde ambos trabalhavam, relata que desconhecia que os colegas tivessem um relacionamento amoroso, mas frisa que proibia envolvimento entre os funcionários. Nascimento relata que Paula lhe contou somente ontem das ameaças que sofria.

"Eu orientei que ela procurasse a polícia e fizesse boletim de ocorrência. Se ela tivesse dito antes", lamenta, por não ter conseguido prestar ajuda mais efetiva.

Segundo ele, a funcionária se mostrou bastante assustada. "Como eu ia dormir na lanchonete, falei que qualquer coisa era para ela ligar", recorda. A casa da vítima fica próxima ao comércio, nas imediações da estação ferroviária.

De acordo com ele, Paula ligou. Contudo, após receber a ligação, ele foi ao local, mas os dois já estavam mortos. Segundo ele, no celular de Paula também estava registrado uma ligação para a polícia.

Discussão