A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/12/2011 15:49

Municípios não terão que dar contrapartida em obras do PAC 2

Edmir Conceição

As obras de saneamento do PAC 2 anunciadas nesta quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff serão integralmente custeadas pelo Governo Federal. Dos 1.116 municípios que receberão recursos para rede de água e esgotamento sanitário, 28 são de Mato Grosso do Sul. As obras atendem especificamente os municípios de até 50 mil habitantes.

Em todo país, estão previstos investimentos de R$ 5 bilhões, sendo R$ 4 bilhões do Orçamento Geral da União, sob gestão da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), e R$ 1 bilhão de financiamento público federal com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), sob gestão do Ministério das Cidades.

Estados e municípios são responsáveis pela realização dessas obras de saneamento, por isso a contratação dos empreendimentos selecionados é realizada diretamente com os governos estaduais e prefeituras.

Em Mato Grosso do Sul serão investidos R$ 64,2 milhões para implementação das redes de água e esgoto em 18 municípios. Outros R$ 5 milhões serão investidos em melhoria sanitária domiciliar em 10 municípios. De acordo com o coordenador da Funasa em Mato Grosso do Sul, Flávio Brito, apenas 43% dos municípios têm acesso a saneamento e somente um terço conta com esgoto tratado.

Os municípios selecionados para o PAC Saneamento etapa 2 são:

Camapuã, Ivinhema, Anastácio, Aparecida do Taboado, Aral Moreira, Eldorado, Fátima do Sul, Itaporã, Jateí, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Alvorada, Nova Andradina, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Antonio João, Aquidauana, Coronel Sapucaia, Costa Rica, Guia Lopes da Laguna, Japorã, Nioaque, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, Selvíria.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Vou repetir uma frase que o prefeito de Ribas Roberson Moureira disse-me que alguém lhe falou:"Ribas, antes era uma cidade cinza". Realmente, antes era cinza, hoje é uma cidade alegre, colorida com as cores da paz e da prosperidade. Essas obras que serão feitas trarão ainda mais cor e progresso à nossa querida Ribas. Parabéns prefeito Roberson.
 
Helenice Falcão em 21/12/2011 05:37:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions