A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/03/2010 08:25

Novos leitos do CTI são ativados, mas ainda há fila

Redação

Na manhã de hoje foram inaugurados 15 novos leitos no CTI (Centro de Terapia Intensivo) da Santa Casa de Campo Grande e, além de todos já estarem ocupados, persiste a fila de espera com 11 pacientes, dos quais dois estão vindo de cidades do interior. Os leitos ficam na ala B do 5º andar da Santa Casa, que foi reformado.

O hospital já tinha 18 leitos no CTI para adultos, 10 para cardíacos, 10 no CTI Neonatal, 8 na Pediatria e seis para pacientes com problemas congênitos. Apesar do acréscimo de leitos amenizar a situação, o problema é crônico.

O médico responsável pelo CTI da Santa Casa, Wilson Ferreira, confirma que sempre há pacientes a espera de vagas. O governador André Puccinelli (PMDB), que participou da solenidade de inauguração, admitiu que a saúde é um dos setores mais problemáticos, mas que o governo tem feito investimentos para amenizar o problema de superlotação.

André disse que entre o fim do ano passado e início deste foram inaugurados 60 leitos e que o governo tem focado o interior para evitar que demandas das cidades menores sobrecarreguem os hospitais da Capital. "Saúde é uma constante evolução e um constante permear de investimentos. Saúde nunca para os investimentos porque se não a defasagem se torna ainda maior", concluiu,

Na Santa Casa, o investimento foi de R$ 1.690.000 em equipamentos, verba do governo do Estado e a obra consumiu R$ 800 mil, custeados pela Prefeitura.

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), lembrou que a partir de abril a verba de custeio da Santa Casa vai aumentar em R$ 1 milhão, dos quais R$ 600 mil do Ministério da Saúde, R$ 200 mil da prefeitura e R$ 200 mil do governo. Segundo o governador, a portaria estabelecendo o aumento de repasse deve ser publicada em breve.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions