A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/01/2010 13:03

Número de afogamentos cresceu 65% no ano passado

Redação

No ano passado 53 pessoas morreram afogadas durante banhos em rios, lagos e piscinas em diversas regiões de Mato Grosso do Sul. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, houve aumento de 65% nas mortes por afogamento em relação a 2008, quando ocorreram 32 óbitos.

No ano passado, 43 pessoas morreram afogadas nas cidades do interior e 10 em Campo Grande. Os locais considerados mais perigosos para banhos são os rios Taquari, na região de Coxim, o rio Aquidauana e o rio Paraguai, principalmente na região de Corumbá. Nestas áreas são mais frequentes os casos de afogamento, por isso são consideradas regiões perigosas.

A orientação dos bombeiros é que as pessoas utilizem apenas clubes com o certificado de vistoria regularizado e em dia. A certificação tem validade de um ano. Outro cuidado a ser observado é a presença de pelo menos dois salva-vidas a cada 500 metros quadrados de água - exigência prevista na legislação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions