A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

11/10/2017 08:26

O que te faz gritar que é "Do Sul", de coração ou de nascimento?

Tereré, natureza, oportunidade: o orgulho de quem nasceu no estado ou escolheu essas terras para viver

Anahi Gurgel
Família que sente orgulho e fala com propriedade sobre as belezas de MS. (Foto: Marcos Ermínio)Família que sente orgulho e fala com propriedade sobre as belezas de MS. (Foto: Marcos Ermínio)
O que te faz gritar que é Do Sul, de coração ou de nascimento?

Mato Grosso do Sul chega aos 40 anos com cerca de 2,6 milhões de habitantes e colecionando elogios de quem vive em suas terras. A natureza, a comida - com influências mil que a tornaram típica -, o acolhimento do povo e até sua extensão territorial são motivo de orgulho de quem nasceu ou adotou o estado para morar e não cansa de explicar, quando precisa, que é "Do Sul", quando alguém chama o estado pelo nome do vizinho dividido em 1977.

Com área de 357,1 mil quilômetros quadrados, Mato Grosso do Sul é terra de oportunidades para o construtor aposentado que tem fé até no nome. Aos 80 anos, Afé Dias de Freitas acha que o estado, com todo seu tamanho, tem espaço de sobra para as pessoas prosperarem.

“Aqui dá para expandir, investir, para acreditar no sonho e ser feliz”, acredita Afé, natural de Ribas do Rio Pardo, um dos municípios onde a pecuária se desenvolveu em MS. A esposa, Benedita de Paula Freitas, 86, é só sorrisos ao enumerar as razões pelas quais “ama de paixão” o Mato Grosso do Sul.

O jovem Cerlei dos Santos, na rodoviária da capital. Nossa natureza é lindaq e abundante. (Foto: Marcos Ermínio)O jovem Cerlei dos Santos, na rodoviária da capital. "Nossa natureza é lindaq e abundante". (Foto: Marcos Ermínio)

“Aqui é meu lugar, onde construí minha vidinha. Nunca fiquei doente. Meu segredo para essa felicidade? É tomar muito tereré”, diz, convicta, com uma simpatia contagiante, a também nascida em Ribas do Rio Pardo.

A neta, de 9 anos, pode até ter menos experiência de vida, mas fala com propriedade sobre seu orgulho por essas terras. “Adoro os parques do estado e todos os bichos que consigo ver neles. Aqui é maravilhoso, tenho muitos amigos”, diz.

Quem faz questão de gritar “Do Sul” e também enaltece as maravilhas do estado é Cerlei dos Santos, 26 anos, que trabalha em um mercado no município de Jardim.

“Nosso Pantanal é lindo, a natureza é exuberante. Temos muita abundância. Cresci em fazenda e conheço muito de nossa rica fauna”, descreve.

Eurico, na rodoviária nesta tarde (10), diz que morar no MS estava no destino. (Foto: Marcos Ermínio)Eurico, na rodoviária nesta tarde (10), diz que morar no MS estava no "destino". (Foto: Marcos Ermínio)

De coração - Vindo de Araçatuba (SP) em 1947, quando Mato Grosso era uno, José Cândido de Souza Filho, 72, morou em diversos municípios e hoje sente honra em ter constituído família “sul-matogrossense”.

“Adotei o estado no coração. Por essas andanças pelas cidades, percebi como tem muita oportunidade aqui. Agradeço a Deus”, afirma o aposentado, que atualmente reside em Dourados.

Outra história cheia de emoção e "paixão" pelo Mato Grosso do Sul é a de Eurico Marcos Rodrigues de Oliveira, 49, natural de Cascavel (PR). 

"Cheguei em 96. Não sabia nem andar de ônibus. Tive que reaprender sobre a vida aqui. Foi um grande aprendizado e, hoje, aqui está minha família, meu povo, parece que era meu destino viver aqui", relata. 

José Cândido, 72, no terminal rodoviário de Campo Grande. Aqui é terra de oportunidade. (Foto: Marcos Ermínio)José Cândido, 72, no terminal rodoviário de Campo Grande. "Aqui é terra de oportunidade". (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions