A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/05/2009 16:02

Oficiais de Justiça rejeitam mudança proposta pelo TJ

Redação

Em assembléia geral, realizada hoje à tarde no Sindicato dos Bancários de Campo Grande, os oficiais de Justiça de Campo Grande rejeitaram a proposta feita pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Elpídio Helvécio Chaves Martins. "Eles querem acabar com a carreira de oficial de Justiça", afirmou o presidente do Sindijus (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário), Noestor Jesus Ferreira Leite.

Mato Grosso do Sul conta com 400 oficiais de Justiça, sendo 101 apenas em Campo Grande. A proposta do TJ acaba com a investidura do cargo de oficial por meio de concurso público. Com a mudança, a função passará a ser de confiança e por meio de nomeação do juiz. O ingresso seria como escrevente judiciário. "Ele não terá liberdade para atuar com firmeza na execução do mandado", ressaltou Leite.

Outros pontos do projeto, que prevê reajuste linear de 6%, jornada opcional de oito horas diárias e a extinção do PCC (Plano de Cargos e Carreiras) implantado há três anos. A posição dos 3,5 mil servidores do Poder Judiciário será tomada amanhã, em assembléia geral no Sindijus na Capital. A expectativa é de que o encontro dure mais de cinco horas, já que a minuta de projeto de lei tem mais de 40 artigos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions