A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

10/06/2009 15:35

Onda Verde já está em funcionamento na rua José Antônio

Redação

O projeto de semáforos sincronizados em Campo Grande já começou a funcionar. O primeiro ponto da Onda Verde é "testado" na Rua José Antônio.

Motoristas que passam pelo trecho da Rua Maracajú até a Rodolfo José Pinho, a uma velocidade entre 30 e 60 km/h, encontram todos os semáforos abertos, exceto da Afonso Pena, que exige planejamento distinto para ter três tempos, explica o diretor da Agetran, Rudel Trindade.

Para a defensora pública Denise Viegas, de 48 anos, que passa pelo trecho com frequência, já é possível notar a mudança nos semáforos. "Estão sincronizados agora", diz.

Ela garante que a sinalização melhorou bastante a rotina. "Antes eu tinha que parar de esquina em esquina", lembra Denise.

Rudel Trindade esclarece que a instalação será realizada gradativamente, de acordo com a chegada dos equipamentos.

Na próxima semana, a empresa paulista Tesc-Sistemas, que venceu a licitação para o Onda Verde, deve enviar mais uma remessa dos controladores GPS.

Lições - Mas não é só a instalação dos equipamentos que será gradativa. A assimilação dos motoristas também deve levar algum tempo.

Quem percorre a José Antônio percebe que muitos ainda não ajustaram a velocidade de maneira que seja possível pegar os semáforos abertos. Alguns por manter velocidade muito baixa, e outros por abusarem do acelerador.

O motorista Cleiton Renato Santos Lopes, de 33 anos, confessa que não notou a alteração, e ainda vai levar um tempo para se acostumar. "Vamos ver se funciona, né? Vou passar por aqui agora para testar", afirma.

Segundo Rudel Trindade, ajustes ainda são feitos com observação diária no trecho. "Aceitamos avaliações", reforça.

Mega-Sena sorteia bolada de R$ 33 milhões na noite deste sábado
A Mega-Sena pode pagar R$ 33 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 1.989, que será sorteado nesta sábado (18), a partir das 19h (horário...
Justiça considera ilegal cobrança de taxa de religação de energia em MS
Decisão em primeira instância na Justiça Estadual considerou ilegal a cobrança de taxa de religação da energia em Mato Grosso do Sul. A decisão é de ...
Pesquisa quer saber opinião da população sobre farda de policiais
A PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul lançou nesta sexta-feira (17) uma pesquisa para saber a opinião da população sobre o fardamento utilizad...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions