A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

15/08/2013 10:43

Operação da Polícia Federal fecha empresa de medicamentos na Capital

Evelyn Souza, Graziela Rezende e Luciana Brazil
Cirumed está fechada desde às 6h. (Foto: Simão Nogueira)Cirumed está fechada desde às 6h. (Foto: Simão Nogueira)

O proprietário da empresa Cirumed, Aurélio Costa, que também é alvo da operação “Teto de Vidro”, deflagrada na manhã desta quinta-feira (15), acaba de prestar depoimento na sede da Polícia Federal de Campo Grande.

A empresa dele, de produtos hospitalares, é suspeita de ganhar pelo menos uma das licitações que foram fraudadas em prefeituras da Capital e do Interior do Estado. 

Desde às 6h, a Cirumed está fechada e a entrada de funcionários proibida. Policiais ainda estão no local apreendendo documentos. Pelo menos três pessoas foram intimadas por envolvimento nas investigações. 

A operação da PolíciaFederal, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deve cumprir 18 mandados de busca e apreensão acontece em seis cidades do Estado, sendo Campo Grande, Aquidauana, Corguinho, Rochedo, Miranda e Bonito. Na Capital a ação decorrerá em empresas e residências do bairro Chácara Cachoeira, entre outros.

Os resultados da operação serão apresentados durante coletiva de imprensa, às 11h, na sede da Polícia Federal de Campo Grande, pelo superintendente da corporação, delegado Edgar Paulo Marcon, e pela chefe da Controladoria Geral da União (CGU/MS), Janaina Gonçalves Theodoro de Farias).

PF faz operação de combate a corrupção em seis cidades de MS
A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (15) a operação “Teto de Vidro” para combater crimes de fraudes em licitações, desvio de recursos públ...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
PF faz operação de combate a corrupção em seis cidades de MS
A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (15) a operação “Teto de Vidro” para combater crimes de fraudes em licitações, desvio de recursos públ...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


eh...a justiça tarda mais jamais falhará.....queria ver a cara dos playboizinhos de corguinho....pra cima deles P.F.
 
nestor bial em 15/08/2013 15:37:01
Parabéns CGU pelo seu trabalho, parabéns também para policia federal de mato grosso do sul. A população desses municípios merece uma resposta justa já que ficou 4 anos sendo lesado de seus direitos por falta de medicamento, de atendimento de qualidade a quem mais precisa...( que são aqueles que os elegeram....!)
 
Eliene Rezende em 15/08/2013 15:35:28
Deveria ser crime hediondo...
 
Marco Costa em 15/08/2013 15:28:04
É, a Policia Federal faz um trabalho bonito, o problema esta na "justiça" que demora muito a oferecer resultados, o que sempre ocorre soltando os envolvidos atrapalhando aí o trabalho da PF... agora é bom ver atentar para a contabilidade da empresa, se é dirigida somente para licitação... se for, tem coisa.
 
Luiz Carlos Da Silva em 15/08/2013 12:15:15
SE A POLICIA FEDERAL CONTINUAR FECHANDO AS PORTAS DE EMPRESAS DO RAMO HOSPITALAR E LABORATORIAL, NÃO VAI SOBRAR UMA AQUI EM CAMPO GRANDE POR PARTICIPA DE ESQUEMAS DE LICITAÇÕES.
 
Arthur costa em 15/08/2013 11:51:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions