A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/12/2014 10:18

Organização que vendia cocaína para Europa é desmantelada em 6 estados

Luciana Brazil
Aeronave fazia parte dos bens dos integrantes da quadrilha. (Foto: Divulgação/PF)Aeronave fazia parte dos bens dos integrantes da quadrilha. (Foto: Divulgação/PF)

A PF (Polícia Federal) deflagrou, no início da manhã de hoje (2), a “Operação Denarius” para desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas que distribuía cocaína até para Europa. A ação da polícia acontece em 16 municípios dos estados do Paraná, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul.

Serão cumpridos 13 mandados de prisão, um deles em Amambai, a 360 quilômetros de Campo Grande. Entre ordens de busca e apreensão (de bens ou domiciliar), duas serão cumpridas em Aral Moreira e Porto Murtinho, distantes a 364 e 431 km da Capital, respectivamente.

Segundo a investigação, a cocaína era adquirida no Peru e Bolívia e depois distribuída no Brasil e posteriormente para Europa, principalmente na Espanha.

A “Operação Denarius” (dinheiro em latim) aponta que a droga era camuflada em meio à madeiras de casas pré-fabricadas e enviadas em containers para o exterior, usando como rota Porto Velho (RO).

Fora do país, o pagamento da droga era feito em Euros e Dólares que depois eram entregues a uma rede de operadores ilegais de câmbio em São Paulo e Umuarama (PR). Eles ficavam responsáveis por fazer a “lavagem do dinheiro”, transformando os Euros e Dólares em Reais. Esse dinheiro era aplicado na aquisição de imóveis, cabeças de gado, veículos e aeronaves. Os integrantes da organização tinham uma vida suntuosa, com constantes viagens ao exterior.

Durante a investigação, a Polícia Federal apreendeu cocaína em meio a madeiras pré-fabricadas. (Foto: Divulgação/PF)Durante a investigação, a Polícia Federal apreendeu cocaína em meio a madeiras pré-fabricadas. (Foto: Divulgação/PF)

Um pecuarista de Umuarama foi identificado como a peça chave da organização. Ele agia com a ajuda de pessoas de Londrina (PR), Amambai (MS), Alta Floresta (MT), São Paulo (SP), Rio Acima (MG), Ariquemes (RO) e também de Umuarama. Eles recebiam grandes carregamentos de droga que vinham do Peru e Bolívia.

Durante os 10 meses de investigação, foram apreendidos R$ 150 mil, em espécie, na cidade de Guaíra (PR), que estavam sendo enviados para o Paraguai. Também como parte da ação da polícia, foram apreendidos 831 quilos de cocaína em Porto Velho (RO), camuflados em dois containers com casas pré-fabricadas que seguiam para Madrid, na Espanha.

Estão sendo cumpridos 16 mandados de condição coercitiva, (quando a pessoa é conduzida para prestar esclarecimneto), 39 de busca e apreensão domiciliar, 42 mandados de busca e apreensão de bens (37 veículos, duas embarcações e três aeronaves) e um mandado de busca e apreensão de 3,5 mil cabeças de gado.

A justiça expediu ainda uma ordem judicial de bloqueio de 43 bens, de imóveis avaliados em mais de R$ 60 milhões, entre eles sete fazendas, quatro sítios, 16 terrenos urbanos, cinco apartamentos, nove casas e dois prédios comércios. Ao todo, 17 pessoas terão suas contas bancárias bloqueadas.

Participam da ação 180 policiais federais e 10 auditores da Receita Federal.

A droga era transportada em containers. (Foto: Divulgação/PF)A droga era transportada em containers. (Foto: Divulgação/PF)
Durante a operação foram apreendidos mais de 800 kg de cocaína. (Foto: Divulgação/PF)Durante a operação foram apreendidos mais de 800 kg de cocaína. (Foto: Divulgação/PF)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions