A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

02/08/2018 14:20

País tem 1.053 casos de sarampo, nenhum deles em MS

Mato Grosso do Sul aderiu a campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e sarampo, que começa na próxima segunda-feira (6)

Guilherme Henri
Criança recebendo dose de vacina em posto de saúde (Foto: Divulgação)Criança recebendo dose de vacina em posto de saúde (Foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde registrou 1.053 casos de sarampo no Brasil somente neste ano. Nenhum deles foi notificado em Mato Grosso do Sul, informou o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (2) pelo órgão.

Consta no levantamento, que 742 casos são no Amazonas e 280 em Roraima. Ainda há casos considerados isolados em São Paulo (1), no Rio de Janeiro (14), no Rio Grande do Sul (13), em Rondônia (1) e no Pará (2).

Além disso, pelo menos 4.470 casos permanecem em investigação no Amazonas e 106 em Roraima. “O Ministério da Saúde permanece acompanhando a situação e prestando o apoio necessário ao estado. Cabe esclarecer que as medidas de bloqueio de vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os estados”, informou a Agência Brasil.

Campanha – Mato Grosso do Sul aderiu a campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e sarampo, que começa na próxima segunda-feira (6). No Estado, 158 mil crianças devem ser vacinadas. A campanha vai até o 31 de agosto, mas o “dia D” de imunização ocorre no dia 18 de agosto.

Em todo o país, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas. Mato Grosso do Sul recebeu 400 mil doses das três vacinas, segundo o Ministério da Saúde. A prioridade da campanha são as crianças de um até menores de cinco anos. Conforme o Ministério, esse público é mais suscetível à doenças. Foram adquiridas 28,3 milhões doses das vacinas, um total de R$ 160,7 milhões.

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), o quantitativo de vacinas ainda não chegou em Campo Grande. O objetivo é imunizar crianças de 12 meses a menores de 5 anos, com meta de vacinar ao menos 95% das crianças dessa faixa etária.

O sarampo era considerado uma doença erradicada no Brasil desde 2016, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Ainda assim, boletins recentes afirmam que o país pode sofrer um surto da doença. Entre 1º de janeiro e 23 de maio deste ano, foram registrados 995 casos de sarampo, 611 no Amazonas e 384 em Roraima, incluindo duas mortes, segundo a OMS.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions