A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/11/2014 18:46

Para ganhar mais peso, quadrigêmeas continuam internadas

Lidiane Kober

Para chegar a pelo menos 1,8 quilos, as quadrigêmeas Elizabete, Eliza, Elizangela e Elizete continuam internadas na Maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande. A expectativa dos pais era deixar o hospital na última segunda-feira (17), porém, as meninas devem seguir sob acompanhamento médico até o fim desta semana.

A previsão é da chefia de enfermagem da maternidade. Elisa, com pouco mais de 1,630 quilo, é a mais pequena das irmãs. “As outras três estão a espera da Elisa para poder receber alta”, frisou a psicóloga, Jackeline Medeiros.

Enquanto isso, a equipe da maternidade aproveita para viabilizar acompanhamento médico em Anastácio, cidade natal da família. No município, o plano é conseguir um médico pediatra e atendimento de fisioterapeuta, além da oferta de leite nan confort. Por dia, em média, elas tomam uma lata de 800 gramas.

As meninas nasceram dia 29 de agosto e, com 76 dias de vida, ganharam uma casa. A residência, de quatro peças, além de abrigá-las, será a nova moradia dos pais e das outras quatro irmãs, de 4, 7, 10 e 12 anos.

A casa é doação da Prefeitura de Anastácio. A residência, de programa habitacional, foi retomada pela administração municipal, após o antigo dono tentar vendê-la. Ela conta com dois quartos, um banheiro e sala com cozinha conjugada.

Antes de as quadrigêmeas nascerem, a família morava em um barraco de dois cômodos, em um assentamento de Anastácio. Os únicos luxos eram o ventilador e uma TV de 14 polegadas. O local, porém, foi invadido, enquanto os pais cuidam das meninas na maternidade, e os ladrões levaram até o telhado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions