A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/09/2009 17:15

Paraguaio pagava R$ 1,2 mil por certidão para benefício

Redação

Investigação feita pela Força Tarefa da Previdência Social em Mato Grosso do Sul descobriu que paraguaios estão comprando documentos para serem incluídos no pagamento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Os investigadores descobriram que os cidadãos do Paraguai pagaram até R$ 1.250 por um registro de nascimento falso.

Com o documento em mãos, eles conseguiam tirar CPF, título de eleitor e outros documentos para obter o benefício do INSS. Conforme o MPF (Ministério Público Federal), eles também forneciam o mesmo endereço. Por isso, a equipe encontrou um grande número de beneficiários que residiam no mesmo endereço.

O grupo identificou o pagamento de 26 paraguaios, sendo que 24 apresentaram registros de nascimento falsos. Eles foram denunciados por estelionato, formação de quadrilha e uso de documento falso.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions