A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/08/2013 11:32

Paralisação de peritos suspende emissão de RG's e passaportes no Estado

Evelyn Souza

Os peritos papiloscopistas voltaram a suspender a emissão de documento de identificação civil (RG) nesta segunda-feira (19), em todo Estado. A paralisação que é nacional é para derrubada do veto 30/2013 ao PLS 244/09, que declara em lei que os peritos papiloscopistas também são peritos oficiais.

A Polícia Federal também aderiu ao movimento e suspendeu a emissão de passaportes.

Cerca de 160 profissionais do Estado aderiram à paralisação e parte deles, está concentrada no Posto de Identificação que fica na rua 26 de agosto, na Capital. No último dia 1º, a categoria deixou de emitir 300 RG's durante greve.

Segundo a presidente do SINPAP (Sindicato dos Papiloscopistas e Peritos Oficiais de Mato Grosso do Sul), Wandra Jacques, 30% dos serviços estão sendo mantidos e o atendimento só deve ser normalizado na quarta-feira (21).

“Vai depender das negociações de Brasília”, explicou Wandra.

 

 



Data venia, as posições em defesa da papiloscopia deixam de abordar a principal discussão que está presente: ÉTICA. O que se almeja não é meramente que profissionais de nível médio (elevados por decreto para nível superior), dedicados a trabalhar com digitais (serviço simplório e básico e que hoje são realizados com recursos de informática), sejam reconhecidos como peritos oficiais. Almejam é a TRANSPOSIÇÃO DE CARGO, passando a ganhar como Peritos Oficiais (salário de R$ 13,000, igual ao de delegado). É um trem da alegria sim, como dezenas de outros que já existiram nesse país e que deve ser sepultado definitivamente.
 
José Carlos Oliveira em 20/08/2013 20:19:49
Sr Paulo Ciltrão, SIM, a categoria sempre proporcionou ótimas pericias e não só aos Advogados, mas como disse somos FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS CONCURSADOS; PERITOS PAPILOSCOPISTAS, é só o Sr ir a delegacia mais próxima, registra um BO e o Delegado requisita a Pericia Papiloscopista. O telefone do Instituto de Identificação do MS: 3345-6704, 3345-6705 (PABX 3345-6700), só que a Pericia só vai com solicitação da Delegacia competente, se precisar eis-nos aqui!!!!!
 
Valdirene Santos em 20/08/2013 11:57:11
Sra Valdirene Santos, a categoria proporciona essas facilidades ai que você descreveu?...essas facilidades são abertas a todos? ...disponibilize o numero de telefone de vocês por favor, quando precisar de urgência vou ligar também, ou tem que ser advogado?
 
Paulo Ciltrão em 19/08/2013 20:59:36
(CONT). Quando do levantamento papiloscópico ele é muito minucioso, e não há só o levantamento, existe ainda o estudo e classificação;
7º muitas vezes a ausência de digitais são detectadas pelos então peritos do local;
8º Cogitou-se em colocar os Peritos Criminais e os Peritos Papiloscopistas numa mesma viatura mas ambos concordaram da impossibilidade pois a demora na coleta é maior que o levantamento pericial;
9º Se formarmos Peritos Criminais para fazerem levantamento papiloscópico eles teriam uma sobrecarga que acredito que cada local levaria mais de duas horas;imagine o senhor com um parente morto em meio da via pública aguardando a perícia;
10º Nossos peritos papiloscópicos já são concursados em papiloscopia inclusive, ser bacharel
11º Os peritos nada perderiam com essa transformação.
 
maurício lopes em 19/08/2013 18:49:40
SR. "JOSÉ CARLOS" respeito suas considerações, mas falo como conhecimento de causa pois trabalhei mais de 3 anos como auxiliar de perícia:
1º SIM, eles já são peritos papiloscopistas(Lei 114/05 -art.269)
2º Quem decide quem deve ser acionado ao local é o Delegado de Polícia, através de uma requisição, quase sempre vão os peritos pois no local não há existência de impressões;
3º Nestes mais de três anos nunca vi um perito coletar impressões e pouquíssimos estão aptos para tal serviço;
4º Não existe nos quadros da Polícia Civil o cargo de auxiliar papiloscópico;
5º Os locais dos peritos são demorados, vemos na imprensa que muitas vezes reclamam da demora mas é que o local anterior esta sendo bem feito;
6º O local de levantamento papiloscópico é muito mais demorado ainda devido as minúcias..
 
Maurício Lopes em 19/08/2013 18:48:07
Sr (Dr ??) Jose Carlos Oliveira, QUEREMOS E PODEMOS, nos tornar Peritos Oficiais pois sabemos o que fazemos, o que afirmamos e etc....Quando sua casa ou de seus clientes for vitima de infortunio e precisar de alguem para coletar as impressões digitais, analisa-las e apresentar um arrombador, ladrão sei-la, por gentileza queira nos procurar temos profissionais capacitados e gabaritados no MS para atendê-lo (s). E outra quando tiver r-eu preso e precisar (para ontem) de Atestado ou Certidão de antecedentes criminais, por favor não se faça de "arrogado". Não somos TREM DA ALEGRIA, somos PROFISSIONAIS na area de identificação, prontos a atendê-los, não só a voce mais a todos pois somos FUNCIONARIOS PUBLICOS CONCURSADOS, PERITOS PAPILOSCOPISTAS!!!!!!!!!
 
Valdirene Santos em 19/08/2013 15:53:59
Senhor Pinho, eu não sei quantos vão aos locais de crime. Acho que poucos mesmo e devem trabalhar como auxiliares dos peritos criminais. É nulo o laudo que não tiver sido feito por quem tem competência legal para fazer, que pelo código de processo penal, são os peritos criminais. Veja bem, não estou menosprezando a atividade dos papiloscopistas, mas prejudicar a população é um abuso e é imoral quererem virar peritos, sem a previsão no CPP e só para ganharem aumento. Na Polícia Federal, os passaportes hoje são feitos por terceirizados com pouca atividade para os datiloscopistas.
 
José Carlos Oliveira em 19/08/2013 15:52:54
Certo, os datiloscopistas estão com a razão... Querem se tornar peritos oficiais para atuarem em local de crime, mas não querem fazer a emissão de documentos que é a atividade fim para a qual foram nomeados para provimento de vagas no estado... No mínimo, esquizofrênico... Desculpa aí, gente.
 
Rodrigo Alberto Souza em 19/08/2013 15:33:53
Dr. Jose, fiquei sabendo que aqui em campo grande tem na verdade uns 3 que vao no local dos crimes, no entanto, todos os demais so fazem Rgs..e a fila dos locais sao interminaveis, vejo a populacao reclamando que tem que madrugar.
 
Renato Lemes Pinho em 19/08/2013 15:31:12
Sou advogado e trabalho com direito penal. Parece que eles querem é virar peritos oficiais que, até onde eu saiba, no código de processo penal, são só os peritos criminais e os médicos legistas. Aqui em MS enfiaram o nome "Perito" erradamente para os datiloscopistas. Isso é mais um jeitinho de se ter um trem da alegria. Não tem sentido o Estado ter de pagar caro para peritos, cuja missão principal é emitir RG. Governador, ao invés disso, aumenta os salários dos defensores públicos que trabalham no crime.
 
José Carlos Oliveira em 19/08/2013 13:35:03
A função do Perito Papiloscopista envolve qualquer situação referente ''identificação'', e ''fazer a emissão de documentos'' também faz parte deste ofício, e para os mal (mau)-informados, além deles atenderem nos postos de identificação que estão presentes em todos os municípios, ainda atendem em residências onde as pessoas são portadoras de necessidades especiais, em presídios, em hospitais, etc.. e mais, emitem laudos conclusivos!!! Os Peritos Papiloscopistas são no mínimo, eficientes nas suas diversas funções para os quais prestaram concurso público!!!

 
ANELISE FLAUSINO GODOY em 19/08/2013 12:44:10
Meu caro: RODRIGO ALBERTO SOUZA, nós somos Peritos de fato e estamos lutando pelo DIREITO, e outra meu caro ninguem caiu de paraquedas, se intere dos fatos, não somos contratados e sim CONCURSADOS, formados em Academia de Policia Civil. É direito nosso, não queremos e nem preiteamos o que é de ninguem.
 
Valdirene Santos em 19/08/2013 12:41:17
Poxa vida, como diz o outro, pagamos os salários deles, por que temos que sofrer com isso, por que não fizeram a manifestação ontem (domingo) la na praça?...Realmente se fazem identidade, por que quer virar perito? deixa pros criminalísticos que já recebem pra isso. Todo mundo quer lucrar e a população vai pagando dobrado. Temos que mudar isso.
 
Marcia Antunes em 19/08/2013 12:08:27
Primeiramente não são contratados e concursados e antes de falar bobeira leia o edital do concurso para perito papiloscopista do MS e o Art. 269 ao Art. 276 da lei 114/05, informe-se!!!!
 
Maria Eduarda em 19/08/2013 12:03:32
Interessante... Querem se tornar peritos oficiais para atuarem em local de crime, mas não querem fazer a emissão de documentos que é a atividade fim para qual foram contratados... No mínimo esquizofrênico.
 
Rodrigo Alberto Souza em 19/08/2013 11:39:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions