A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/05/2009 11:15

Pedágio torna MS menos competitivo, diz Sindcargas

Redação

A meta do governo estadual de implantar pedágios em rodovias de Mato Grosso do Sul é motivo de preocupação extra para os caminhoneiros, que vivem momento desolador, com dívidas altas e falta de serviço. Além disso, segundo o relações públicas do Sindcargas, Roberto Sinai, torna a produção estadual menos competitiva.

Tomando como exemplo a BR-163, que tem extensão de 800 quilômetros, ele calcula que o valor do pedágio para ida e volta, de Sonora até o Paraná, para embarque no Porto de Paranaguá, seja de R$ 560,00 (considerando pedágio a cada 80 quilômetros, de R$ 4,00 por eixo e carreta com 7 eixos). Levando em conta uma carga de 37 toneladas em um bitren, significa encarecimento de quase R$ 1,00 por saca.

"Isso não vai ter como repassar. O agricultor é que vai bancar essa perda",diz. Da mesma forma, afirma, acontece com a pecuária. Sinai atenta que a produção de Mato Grosso do Sul é primária, de baixo valor agregado. Há pouca carga industrial escoada pelas rodovias e, portanto, o ônus dos pedágios não é suportável.

Ele lembra que hoje há rodovias em estado crítico no Estado. A BR-267, na região de Casa Verde, é considerada intransitável. "Não tem sinalização horizontal e vertical. O mato tomou conta. Está complicadíssimo", afirma Sinai.

Segundo o governo do Estado, está comprovada viabilidade da concessão de três rodovias federais: a BR-163, entre Sonora e Mundo Novo; a BR-262, entre Campo Grande e Três Lagoas; e a BR-267, entre Nova Alvorada e Bataguassu. Na semana passada foi publicada no Diário Oficial a abertura de crédito de R$ 8,2 milhões para projetos executivos e estudos.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions