A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/09/2009 10:29

Pepê foi indiciado por lesão corporal e liberado

Redação

O ex-deputado federal por Mato Grosso do Sul, Pedro Pedrossian Filho, o Pepê, 42 anos, preso por agredir um professor na manhã dessa quarta-feira, no Rio de Janeiro, foi indiciado pelo crime de lesão corporal e solto.

De acordo com a Polícia Civil, ele prestou depoimento, foi indiciado e assinou documento se comprometendo a comparecer sempre que for convocado pela Justiça. O caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal.

Pepê agrediu o professor André Martins, do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ (Universidade Federal do Rio Janeiro) por ciúmes.

Conforme o portal G1, o ex-deputado estava com ciúmes da mulher, Ana Cássia Nogueira Vieira, 25 anos, e invadiu a sala onde professor ministrava aula, e o agrediu com socos, na frente de 100 alunos.

O caso foi denunciado à Polícia pela UFRJ. A instituição disse que a mulher de Pepê é aluna no local, mas não confirmou se ele também é. Segundo a mãe dele, Maria Aparecida Pedrossian, o filho estuda Sociologia na UFRJ.

De acordo com noticiado pelo portal G1, o professor disse à imprensa que o ex-deputado invadiu a sala abruptamente. "Ele me deu um soco e me derrubou no chão. Pedrossian não parou até os alunos o segurarem. Estou todo dolorido e uma mesa da sala foi quebrada", contou Martins.

Segundo o texto, o delegado da 1ª Delegacia de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Cláudio Ascoli, informou que, no depoimento, o professor admitiu que teve um caso com Ana Cássia. André Martins negou ao ser entrevistado pelos repórteres.

Em entrevista ao jornal O Dia, a advogada de André Martins, Nathalie Barbosa, declarou que o professor tem cartas, e-mails escritos pela aluna, com declarações de amor. Ele diz ter também fotos dos dois juntos, em uma viagem de fim de semana.

Em depoimento, Pedro e Ana Cássia confirmaram que ainda são casados.

O ex-deputado foi flagrado primeiro com luvas e um bastão de ferro com uma empunhadeira, na Rua do Teatro, na Praça Tiradentes, no Centro do Rio de Janeiro, quando ameaçou pela primeira vez o professor.

A Polícia pediu calma, Pepê deixou o local, mas depois foi até a universidade onde agrediu André e foi preso.

O pai de Pepê, Pedro Pedrossian, foi governador de Mato Grosso no período de 1966 a 1971, antes que o Estado fosse dividido. Eleito senador em 1978, renunciou ao mandato em 1980 para assumir o cargo governador nomeado do estado de Mato Grosso do Sul em 7 de novembro e depois voltou em 1991

Pedro Pedrossian Filho foi eleito deputado federal em 1998 pelo antigo PFL, atualmente DEM. Filiado recentemente ao PMN, ele se lançou pré-candidato do partido ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2010. Ele já foi casado e tem dois filhos.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions