A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/08/2008 15:00

Pescadores de Miranda farão beneficiamento de bocaiúva

Redação

A 'Associação de Pescadores de Iscas Vivas de Miranda', em Mato Grosso do Sul, pretende gerar renda com um despolpadeira de bocaiúva, desenvolvida para a Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais.

A bocaiúva é encontrada em quase todo o Brasil. Em Miranda a palmeira se espalha meio à vegetação nativa.

Do "chiclete pantaneiro", apelido bem humorado da bocaiúva, podem ser aproveitados a casca, como combustível de queima de biomassa, a polpa para produção de alimentos, como compotas, farinha e sorvete, e óleo para a indústria de cosméticos, produção de sabão ou mesmo óleo para culinária, como o dendê.

A castanha pode ser consumida e existem estudos para a utilização do óleo da bocaiúva como biocombustível.

O projeto com comunidades de pescadores de iscas no Pantanal, foi iniciado pela organização não-governamental Ecoa, que incentiva a pesquisa de meios alternativos de renda para os pescadores, principalmente durante o período do defeso, quando é proibida a prática da pesca.

Com apoio da Ecoa, a Associação encontrou o equipamento para a separação da polpa da semente do fruto. A máquina foi idealizada por um engenheiro mecânico que solicitou a produção do modelo piloto para Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, Estado de longa tradição no aproveitamento da fruta, que lá é conhecida como macaúba.

Uma parceria com o DTA (Departamento de Tecnologia de Alimentos) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) irá desenvolver boas práticas na utilização do maquinário e de higiene para a preparação de cada produto, além de pesquisar os produtos de maior demanda e adaptação à realidade local.

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions