ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  12    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

PM faz arrastão e fecha 6 bares sem licença na Capital

Por Redação | 08/05/2010 06:26

Policiais militares do 9º Batalhão fizeram um arrastão em diversos bairros de Campo Grande entre a noite de ontem e a madrugada deste sábado. Na operação "Cidade Tranquila", seis bares foram fechados por funcionarem de forma irregular, sem alvarás.

Numa ação que envolveu 25 policiais e dez viaturas, foi verificada a documentação em 16 bares localizados nos bairros Coophasul, Novos Estados, Danúbio Azul, Nova Lima, Campo Belo, Mata do Jacinto e José Abrão. Até meia-noite haviam sido fechados cinco.

Durante a operação, também foram verificados se os bares obedecem à Lei Seca. Em caso de apresentação de alvarás, os estabelecimentos que estavam descumprindo a norma foram apenas notificados.

Foram fiscalizados bares que já tiveram algum tipo de ocorrência relacionada a denúncia por vizinhos tais como barulho, desobediência às leis do silêncio e não cumprimento da Lei Seca.

Depois de 11 anos com um bar no bairro Danúbio Azul, Luziano Martes da Trindade viu seu estabelecimento ser fechado pela Polícia.

"Eu deveria ser notificado antes de o bar ser fechado", argumentou Luziano, que teve o comércio fechado por conta de um alvará vencido.

Proprietário de uma conveniência localizada na avenida Senhor do Bonfim, no Jardim Novos Estados, Rozeno Barbosa também se deparou com a Polícia fechando seu estabelecimento.

Em meio a um punhado de alvarás em dia, justamente o da Vigilância Sanitária estava vencido. Como comercializa carne no local, a conveniência foi fechada.

"Sempre procurei trabalhar de forma correta. Se há algum problema, não posso ser tratado como bandido. Tinha que ser orientado e notificado sobre a fiscalização até para que eu pudesse ver se estava tudo certo", reclamou.

De acordo com a PM, alguns dos bares fiscalizados já haviam sido avisados. Agora eles terão prazo de para recorrer da notificação e regularizar os estabelecimentos.

Balanço - Na operação Cidade Tranquila, também foram abordadas 197 pessoas, sendo dois homens presos e encaminhados à Depac (Delegacia Especializada de Atendimento Comunitário) por mandado de prisão em aberto e por porte ilegal de arma (espingarda), respectivamente.

Dos 15 veículos abordados, uma moto foi recolhida e encaminhada ao Detran (Departamento Estadual de Trânsito) por conta de documentação irregular.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário