ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  01    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

PM manda MST se afastar de agências em Dourados

Por Redação | 07/10/2009 11:35

Policiais militares percorreram agora há pouco as agências do Bradesco e do Itaú em Dourados e determinaram que militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) se afastem da porta dos bancos e que não obstruam a entrada de clientes. Os PMs perguntaram se os militantes eram bancários e pediram que mostrassem a carteira funcional. Como não apresentaram o documento, foram "orientados" pelos policiais a não impedir a entrada dos clientes. Os PMs alertaram os manifestantes que eles podem ser presos em flagrante se permanecerem na porta dos bancos.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Joacir Rodrigues, disse que os trabalhadores rurais e militantes de outros sindicatos estão reforçando a mobilização dos bancários de Dourados, que nesta quarta-feira fecharam as 18 agências da cidade, inclusive os locais amparados por liminar da Justiça do Trabalho.

Rodrigues também foi ameaçado de prisão após uma cliente do Bradesco chamar a PM, mas o sindicalista conseguiu convencer os policiais que a mobilização não contraria a decisão judicial.

Os trabalhadores rurais saíram da porta dos bancos, mas continuam nas proximidades das agências. Neste momento eles estão almoçando na calçada, em frente às agências.

Regras de comentário