A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/07/2009 14:42

Polícia procura digital de homicida em cadastro nacional

Redação

A Polícia Civil irá averiguar junto ao cadastro nacional do Instituto de Identificação, em Brasília, impressões digitais que possam levar ao assassino do empresário João Alberto Fontana, morto com um tiro quando estava no próprio restaurante, dia 16 de fevereiro, em São Gabriel do Oeste, município distante 141 quilômetros de Campo Grande. A digital coletada estava no revólver calibre 38, abandonado perto do local do crime.

A Polícia Civil também aguarda perícia nas imagens captadas pelo circuito de segurança do restaurante e já foi feita a quebra do sigilo telefônico da vítima. Entretanto, não existem suspeitos para o crime.

As imagens do circuito interno de segurança do restaurante registraram o momento em o autor atirou no empresário. Para a Polícia, trata-se de um caso de pistolagem no qual o executor pode ter sido contratado em outra cidade.

O autor o abordou Fontana por trás, segurou o braço dele, o virou em direção a porta e atirou. Fontana foi morto quando atendia um casal no restaurante dele.

O empresário é acusado de matar Marcelo Martins Biano, 37 anos, em junho do ano passado. Fontana também é suspeito de tentar matar o secretário de obras da cidade na época, Dirceu Guedin e Renato Mafissoni.

Na época, ele era dono da funerária do município e é acusado de cometer os crimes porque acreditava que eles tentavam levar mais uma funerária para o município.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions