A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/04/2008 08:02

Policiais Civis deflagram Operação Tartaruga no Estado

Redação

O Sindicato dos policiais civis deflagrou hoje a operação tartaruga em todas as delegacias do Estado, anunciou o presidente do Sinpol, Paulo Carvalho.  A idéia é trabalhar em ritmo lento por 24 horas.

A orientação do Sindicato é para que cada policial cumpra seu horário de trabalho normalmente, porém retardando o atendimento. A estratégia servirá para que a população perceba a importância do trabalho dos policias civis, justifica a entidade.

Segundo a entidade, nenhum investigador, escrivão ou papiloscopista deve recusar fazer qualquer trabalho, mas tudo deve ser bem mais lento, como o registro de boletins de ocorrência, por exemplo.

Na prática, a manifestação dos policiais civis deve aumentar uma agonia que já é motivo de reclamação de pessoas que normalmente tem de esperar para fazer o registro de BO.

No dia-a-dia, um escrivão acaba tomando os depoimentos sozinho. Com a Operação Tartaruga, a ordem é esperar a presença de um oficial, como determina a lei.

Já o serviço de partede identificação que também envolve trabalho policial para retirada de carteira de identidade, o atendimento será reduzido pela metade. Normalmente são 200 ao dia, mas hoje pode ser restringindo a metade.  

Os peritos papiloscopistas diminuíram o número de senhas também nas unidades. No Posto de Identificação, da Padre João Crippa, serão só 100 atendimentos. Já no Instituto de Identificação, que envia os documentos de RG ao interior, as carteiras não seguiram via malote nesta sexta-feira.

Já o trabalho da perícia, só acontecerá em casos de emergências. "De forma alguma queremos prejudicar o atendimento ao público ou penalizar a sociedade, mas a família da polícia civil não pode se contentar apenas com índice de 7,79% oferecido",diz em nota a presidente do Sinpap/MS, que representa os papiloscopistas, Angelice Maria Nery.

Greve - Os protestos não devem terminar por aí, anuncia Carvalho.

O Sindicato dos policiais civis deflagrou hoje a operação tartaruga em todas as delegacias do Estado, anunciou o presidente do Sinpol, Paulo Carvalho.  A idéia é trabalhar em ritmo lento por 24 horas.

A orientação do Sindicato é para que cada policial cumpra seu horário de trabalho normalmente, porém retardando o atendimento. A estratégia servirá para que a população perceba a importância do trabalho dos policias civis, justifica a entidade.

Segundo a entidade, nenhum investigador, escrivão ou papiloscopista deve recusar fazer qualquer trabalho, mas tudo deve ser bem mais lento, como o registro de boletins de ocorrência, por exemplo.

Na prática, a manifestação dos policiais civis deve aumentar uma agonia que já é motivo de reclamação de pessoas que normalmente tem de esperar para fazer o registro de BO.

No dia-a-dia, um escrivão acaba tomando os depoimentos sozinho. Com a Operação Tartaruga, a ordem é esperar a presença de um oficial, como determina a lei.

Já o serviço de partede identificação que também envolve trabalho policial para retirada de carteira de identidade, o atendimento será reduzido pela metade. Normalmente são 200 ao dia, mas hoje pode ser restringindo a metade.  

Os peritos papiloscopistas diminuíram o número de senhas também nas unidades. No Posto de Identificação, da Padre João Crippa, serão só 100 atendimentos. Já no Instituto de Identificação, que envia os documentos de RG ao interior, as carteiras não seguiram via malote nesta sexta-feira.

Já o trabalho da perícia, só acontecerá em casos de emergências. "De forma alguma queremos prejudicar o atendimento ao público ou penalizar a sociedade, mas a família da polícia civil não pode se contentar apenas com índice de 7,79% oferecido",diz em nota a presidente do Sinpap/MS, que representa os papiloscopistas, Angelice Maria Nery.

Greve - Os protestos não devem terminar por aí, anuncia Carvalho.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions