A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

26/03/2008 18:17

Polinter diz que não foi oficiada sobre prisão revogada

Redação

A assessoria de imprensa da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informou ao Campo Grande News que uma busca minuciosa na Delegacia Especializada de Polinter e Capturas, mais conhecida como Polinter, não apontou o recebimento de comunicação do judiciário sobre a revogação do mandado de prisão expedido contra o técnico em contabilidade Marco Roberto Delfino de Almeida, de 37 anos. O mandado, que deixou de valer em maio do ano passado, continuou no sistema da Polinter e acabou sendo motivo de prisão irregular de Marco Roberto, na madrugada de sábado para domingo, durante operação de rotina de policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou, não houve erro da delegacia, pois sem ser comunicada pela justiça, não poderia haver a exclusão do mandado do sistema. O processo contra Marco Antônio, porém, traz até o número do ofício enviado à Polinter para que o mandado de prisão expedido fosse devolvido à justiça, mas não consta o recebimento dele.

Foi preciso desarquivar o processo, por não pagamento de pensão alimentícia, para que a juíza May Melke Siravegna, determinasse a soltura do técnico em contabilidade. Marco Roberto ficou 17 horas preso indevidamente. Ele pretende processar o Estado por danos morais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions