A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/02/2010 09:19

Portaria restringe investigação de furto de gado em MS

Redação

Portaria da DGPC (Diretoria Geral da Polícia Civil) determina que furtos de gado, de até 50 cabeças, serão investigados agora apenas pelas delegacias das áreas onde ocorreram os crimes.

A nova norma determina que esse tipo de crime, chamado abigeato, só será investigado por polícia especializada quando envolver número superior a 50 animais. Nesses casos, a investigação ficará sob responsabilidade do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros).

O presidente da Acrissul (Associação de Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirma que há dez dias, produtores da região de Maracaju, município distante 163 quilômetros de Campo Grande, procuraram a entidade para denunciar que ocorrências como estas têm acontecido com maior frequência.

Para Maia, não interessa saber qual a unidade policial investigará o caso. "Tem que ser investigado", pontua.

Entretanto, o presidente da associação não sabe informar quantos casos de abigeato ocorreram. Ele afirma que, em muitos casos, os produtores não registram ocorrência.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions