A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/08/2009 16:30

Presa dupla que aplicava golpe da dedetização

Redação

A PM (Polícia Militar) prendeu dois homens que aplicavam o golpe da dedetização. A tentativa de estelionado serve de alerta. Moradores da Vila Almeida, na região do Santo Amaro, em Campo Grande, contratavam os serviços da dupla, acertavam o preço, mas na hora do pagamento o valor cobrado era 10 vezes maior.

Gerson Teles Lima, de 38 anos, e César Ricardo Melgarejo Aristimunho, de 35 anos, foram presos no dia 19 de agosto, no mesmo dia que aplicaram o golpe, mas já são conhecidos da Polícia. Cometeram crimes em Bandeirantes, Amambai, Ponta Porã, Dourados e Jardim.

O primeiro golpe foi em 2006, com César se apresentando como funcionário da Secretaria de Saúde de Campo Grande. Depois de fazer suposta borrifação de veneno contra a dengue, ele cobrava.

Desta vez, segundo relatos de testemunhas à Polícia, os dois chegavam às residências com roupas e equipamentos usados por profissionais de dedetização, e ofereciam seus serviços a R$ 10,00.

Entretanto, quando terminavam de borrifar o veneno, cobravam bem mais do que combinado. A justificativa dada aos clientes era que eles haviam usado mais doses do produto que o previsto inicialmente. Quando as pessoas questionavam o valor, eles pressionavam e até discutiam para receber.

Ação - Duas moradoras da Vila Almeida, uma de 53 anos e outra de 22 anos, cujos nomes serão preservados, foram vítimas da ação no dia 19 deste mês.

Gerson e César chegaram à residência da mulher de 53 anos e acertaram R$ 10,00 pelo serviço de dedetização. Ela abriu o portão e permitiu que a dupla borrifasse o veneno no quintal da casa. Na hora de efetuar o pagamento, o valor cobrado pelo serviço foi de R$ 100,00.

Já no domicílio da jovem, a dupla entrou apressadamente sem combinar o preço. Pelo trabalho, que durou cerca de dois minutos, eles cobraram R$ 8,00. Após pagar com uma nota de R$ 20,00, a vítima pediu o troco.

Foi quando um dos homens disse que ela devia mais R$ 20,00, porque eles haviam aplicado cinco doses de R$ 8,00. Quando a dona da casa ameaçou chamar o marido, os homens fugiram do local.

Após a denúncia da mulher de 53 anos, a PM conseguiu localizar Gerson e César. Quando a jovem procurou a Polícia para comunicar o caso, reconheceu a dupla.

Alerta - Apenas duas vítimas da ação, ocorrida na Vila Almeida, registraram boletim de ocorrência acerca do caso. Entretanto, no bairro os moradores revelam que várias pessoas caíram no golpe, mas não quiseram procurar a Polícia.

Mesmo aquelas que procuraram a Polícia não quiseram ser identificadas, por receio da ação dos estelionatários que conhecem seus endereços.

Para que outras pessoas não sejam vítimas desse tipo de ação, a Polícia orienta a população a contratar apenas pessoal credenciado para dedetizar suas casas.

Além disso, recomenda que as pessoas liguem para a empresa que oferece o serviço, a fim de confirmar o nome dos profissionais que irão até a residência.

Quem foi vítima do mesmo golpe e quiser fazer sua denúncia, pode entrar em contato pelo telefone (67)3363-0111 , na 7ª Delegacia de Polícia da Capital, onde o caso é investigado.

Fichado - César tem 16 passagens pela Polícia, de estelionado, a embriaguez, passando por violência doméstica. No dia 31 de julho, foi detido após bater na mulher, liberado e agora preso novamente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions