A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

28/07/2017 11:34

Presídio federal da Capital pode receber presos de crime organizado do RS

Leonardo Rocha
Presídio federal de Campo Grande pode receber presos  vindos do Rio Grande do Sul (Foto: Arquivo)Presídio federal de Campo Grande pode receber presos vindos do Rio Grande do Sul (Foto: Arquivo)

O presídio federal de Segurança Máxima de Campo Grande pode ser o destino de presos envolvidos no crime organizado do Rio Grande do Sul. Foi realizada nesta manhã (28), uma operação para a transferência de 27 detentos da Pasc (Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas), em Porto Alegre, que podem desembarcar além da Capital, nas unidades de Porto Velho (RO) e Mossoró (RN).

De acordo com a reportagem da RBS TV, a operação nesta manhã envolveu 3 mil policiais, sendo que entre os presos transferidos, está José Carlos dos Santos, conhecido como o Seco, que é um dos principais assaltantes de bancos carros-fortes do Rio Grande do Sul. Condenado a 205 anos de prisão, ele estava na unidade de Charqueadas desde 2006.

Também está neste grupo, presos que escavaram um túnel em direção a cadeia pública de Porto Alegre, que poderia gerar a maior fuga da história da unidade. Segundo o secretário estadual de Segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, houve um planejamento de quatro meses para que a operação fosse colocada em prática.

Os trabalhos começaram ainda nesta madrugada, sendo inclusive bloqueada um trecho da rodovia ERS-401, para facilitar o caminho até o a Base Aérea de Canoas, na Região Metropolitana, de Porto Alegre. De acordo com a reportagem (RBS TV), os 27 presos juntos somam 1,2 mil anos de pena.

O Campo Grande News entrou em contato com a direção da Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, que informou que até o momento não houve chegada de novos presos. Sobre a transferência, explicou que não pode dar informações, pois toda operação deste nível é sigilosa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions