A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

16/02/2018 10:01

Preso com quase 420 kg de cocaína é do RJ e segue preso na Capital

Marco Aparecido da Silva Ferreira conduzia caminhão flagrado pela Polícia Federal na MS-040, na região da Capital; preso teria entregue carga de cigarros apreeendida horas depois pela PRF

Humberto Marques e Bruna Kaspary
Carregamento de cocaína foi encontrado em carreta com soja a granel. (Foto: Divulgação)Carregamento de cocaína foi encontrado em carreta com soja a granel. (Foto: Divulgação)

O motorista do caminhão no qual a Polícia Federal encontrou quase 420 quilos de cocaína, durante abordagem em uma estrada vicinal que se liga à MS-040, próximo a Campo Grande, é morador do Rio de Janeiro. Marco Aparecido da Silva Ferreira, 28, não tinha passagens anteriores pela polícia.

Ferreira participou nesta manhã de audiência no Fórum de Campo Grande, parte da instrução do inquérito sobre tráfico de drogas. Após prestar depoimento, ele foi reconduzido à carceragem da Superintendência da PF em Campo Grande, onde continua à disposição da Justiça.

A carga de cocaína foi inicialmente avaliada em R$ 4 milhões, sendo a maior apreensão do ano, conforme a PF. O motorista do caminhão teria, ainda, repassado informações que culminaram, horas depois, na segunda maior apreensão de cigarros contrabandeados em Mato Grosso do Sul, feita pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Jaraguari –a 44 km de Campo Grande.

A carga de cocaína seguia escondida em uma carga de soja a granel que seguia para Santa Rita do Pardo (266 km da Capital), encontrado pela PF por meio de investigações. O veículo foi localizado e recebeu ordem de parada.

Ferreira teria tentado fugir por meio da vicinal, atolando o veículo. Preso, ele confessou que entregaria a cocaína em Santos (SP).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions