A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/07/2010 16:53

Presos na Operação Jaguar continuam na PF de Sinop

Redação

Ainda estão na Delegacia da Polícia Federal de Sinop (MT) os presos na Operação Jaguar, acusados de organizar safáris para caça de onças no Pantanal tanto em Mato Grosso do Sul quanto no Mato Grosso, assim como as equipes policiais e do Ibama responsáveis pela ação.

O chefe regional do escritório do Ibama em Corumbá. Gilberto Alves Santos, que está em Sinop, informou que ainda não foi definido se os presos serão transferidos para Mato Grosso do Sul.

Segundo ele, os cães materiais apreendidos serão trazidos para Corumbá, com exceção das armas que ficaram com a PF no estado vizinho.

A operação foi para cumprir 7 mandados de prisão e, segundo divulgado, até ontem haviam sido cumprido 4. O chefe da quadrilha, o fazendeiro Eliseu Augusto Sicoli está entre os presos.

Os outros três envolvidos eram considerados foragidos, entre eles.

Antônio Teodoro de Melo Neto, o Tonho da Onça. Ex-caçador de animais, Tonho era considerado um convertido na casa ambiental, até a investigação descobrir que prestava serviço às caçadas.

O caso

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions