A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/07/2008 05:40

Presos se rebelam, queimam colchão e fazem quebra-quebra

Redação

Um grupo de 51 presos promoveu uma rebelião no fim da noite desta terça-feira na cadeia pública de Nova Andradina, cidade a 347 quilômetros de Campo Grande.

Eles atearam fogo em colchões, destruíram portas e cadeados e fizeram muito barulho. A ação ocorreu após transferência de sete internos para o presídio Harry Amorim Costa, em Dourados. Na manhã desta quarta-feira todos deverão ser transferidos para que a unidade seja reformada.

Os detentos começaram o quebra-quebra nas celas por volta das 21h30 e só terminaram por volta de 1 hora desta quarta-feira, diante da presença do juiz Robson Celeste Candelório e de alguns órgãos de imprensa da cidade. A cadeia está superlotada, assim como ocorre em todo o Estado. O local foi projetado para 24 presos.

 

Eles reivindicam aumento do tempo de visita, de duas horas para quatro, melhoria na qualidade da comida, mais respeito com os familiares dos presos e a presença do defensor público na cadeia com mais freqüência.

 

Durante toda a negociação esteve presente o delegado diretor da cadeia, Rinaldo Gomes Moreira, além do comandante do 8º. Batalhão da Polícia Militar, Nilvo Vicente Perlin, policiais civis e militares. A transferência ontem ocorreu diante do risco iminente de fuga, porque foram encontradas grades serradas. (Com informações do repórter Marcos Donzeli, do site Nova News)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions