ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  19    CAMPO GRANDE 12º

Cidades

Prisão de dupla leva Defurv a elucidar roubo à camionete

Por Redação | 05/05/2010 19:55

Com a prisão de Michel Andrés Clovis, o "Montanha", de 32 anos e Maykon Célio Peixoto, de 23 anos, realizada no dia 29 de abril, pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), policiais da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Furtos e Roubos de Veículos) acabaram descobrindo durante investigação terminada ontem que a dupla teve participação no roubo de uma camionete S-10, de cor prata, placas HSC-3443, ocorrido no dia 25 de abril.

Consta que o veículo foi roubado na avenida Afonso Pena por Michel e Maykon, que renderam o motorista e andaram com ele pela cidade durante duas horas até entregarem a camionete a Fellipe Silva, de 21 anos e Fabrício dos Santos, 25.

Depois da entrega, Fellipe e Fabrício seguiram com a S-10 para a saída de Corumbá, abasteceram R$ 50 de gasolina no Posto Dois Irmãos, que fica no Indubrasil. Só que a camionete fundiu o motor, pois era a diesel.

Fellipe e Fabrício voltaram a pé para o posto e entraram em contato com a namorada de um deles para ir buscá-los. Uma viatura do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), em diligências pela região, acabou abordando os assaltantes, que apresentaram uma versão contraditória sobre o que estariam fazendo ali naquele horário e acabaram presos.

Já Michel e Maykon transportaram o dono da camionete no veículo Ford Fiesta, de Michel, e em seguida o abandonaram. No entanto, como eles foram presos no fim de abril pela Derf por causa de um assalto contra músicos de uma igreja evangélica e no local estava apreendido um Fiesta com as mesmas características do veículo envolvido no roubo à camionete, policiais da Defurv identificaram a outra dupla.

Michel e Maykon confessaram a participação no roubo da camionete. Conforme Michel, ele receberia R$ 5 mil pelo crime.

A dupla foi ouvida e indiciada por crimes de roubo e formação de quadrilha.

Fellipe e Fabrício estão presos no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande).

Nos siga no Google Notícias