A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/05/2013 20:51

Procurador do trabalho afirma que bolivianos e paraguaios são escravizados no MS

Nyelder Rodrigues
Procurador Cícero Rufino - em pé - falou no Fórum ontem à noite (Foto: Divulgação)Procurador Cícero Rufino - em pé - falou no Fórum ontem à noite (Foto: Divulgação)

Durante a abertura do 7º Fórum Sindical Sul, que aconteceu ontem (8) em Campo Grande, o procurador do trabalho Cícero Rufino Pereira afirmou que existem carvoarias na região de fronteira escravizando paraguaios e bolivianos. A situação também é vista em algumas indústrias de açúcar e álcool.

Cícero Rufino, que é da Procuradoria Regional do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS), declarou que o trabalho forçado e tráfico internacional de pessoas dos países vizinhos são duras realidades brasileiras.

“Na cadeia produtiva do aço e ferro gusa tem trabalho escravo”, acrescentou o procurador, também dizendo que a grande extensão de terras no Mato Grosso do Sul e falta de fiscais, procuradores e servidores também atrapalham a cobertura eficaz da fiscalização do MPT.

O 7º Fórum Sindical Sul acontece na Capital e reúne lideranças sindicais dos trabalhadores nas indústrias dos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O evento vai até esta sexta-feira (10), e discute também temas como acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

No debate desta manhã, o palestrante Roberto Ruiz, médico sanitarista e do trabalho e consultor em saúde do trabalhador do Sindicato Químico Unificado, criticou a falta de infraestrutura, inclusive mobiliária, nas indústrias e comércio, o que facilita o agravo dos casos de LER (Lesão por Esforço Repetitivo) e demais doenças ocupacionais.

A estimativa é de que hoje, no setor industrial brasileiro, e aqui em Mato Grosso do Sul não deve ser diferente, é de que 20% dos trabalhadores estão doentes”, afirmou Ruiz, ao revelar que o campeão de motivo do afastamento de empregados da indústria é a tendinite e em segundo lugar são os transtornos psíquicos.

Amanhã (10) os trabalhos recomeçam às 8h30 com “Pauta Unificada” e o palestrante será Idemar Martini. Depois haverá debates, trabalhos em grupo e apresentação e conclusão dos trabalhos, finalizando o 7º Fórum Sindical Sul.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions