A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

16/08/2017 22:10

Programa de financiamento para Santas Casas é aprovado e vai à sanção

Nyelder Rodrigues

A Câmara Federal aprovou ontem (15) o projeto de lei que cria o Pro-Santas Casas (Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos), que vai beneficiar várias instituições que atuam de forma complementar no SUS (Sistema Único de Saúde).

A votação foi acompanhada por Esacheu Nascimento, presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), mantenedora da Santa Casa da Capital. Ele está em Brasília para o 27º Congresso Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos.

Como o projeto já foi aprovado pelo Senado, ele seguirá à sanção presidencial. Pela medida, as instituições terão crédito mais barato por meio de empréstimos concedidos por bancos oficiais, com juros subsidiados pelo Governo Federal.

O projeto estabelece que os bancos oficiais tenham linhas de crédito direcionadas a hospitais e Santas Casas que atendam a pacientes do SUS. Os empréstimos terão encargos financeiros máximos de 1,2% ao ano.

O limite de crédito para cada hospital será equivalente a 12 meses de faturamento dos serviços prestados ao SUS ou ao valor da dívida das instituições com operações financeiras – a opção que for menor.

Segundo o deputado Toninho Pinheiro (PP-MG), relator do projeto, o governo federal poderá destinar até R$ 2 bilhões para financiar os juros ao crédito para as Santas Casas, "mas não precisa usar tudo. Pode destinar R$ 200 milhões e permitir um subsídio que vai salvar vidas", explica.

*Com informações da Agência Brasil




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions