A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/12/2010 15:24

Promotores são liberados para acionar prefeito por improbidade

Fernanda França

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) garantiu aos promotores a legitimidade para instaurar Ação Civil Pública contra prefeito por improbidade administrativa, por meio de agravo de instrumento.

A decisão foi tomada depois que os promotores Paulo da Graça Riquelme de Macedo Junior e Luiz Gustavo Camacho Terçariol propuseram agravo de instrumento para manter a Ação Civil Pública que moviam contra o prefeito de Naviraí.

Isso porque a legitimidade para instaurar ações contra prefeitos por improbidade foi repassada à PGJ (Procuradoria Geral de Justiça).

Segundo o desembargador Marco André Nogueira Hanson, a Ação Civil Pública ajuizada contra o prefeito de Naviraí é válida, sem prejuízo político ou criminal.

“A prerrogativa de função constante em lei infraconstitucional à época do ajuizamento encontra-se com sua eficácia suspensa em razão de liminar deferida pelo STF, notadamente porque o Procurador-Geral de Justiça delegou atribuição ao Promotor de Justiça. Atos de improbidade administrativa não se confundem com as matérias julgadas na esfera eleitoral”, explicou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions