A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/09/2013 14:50

Quadrilha que roubou bufê tinha explosivos para fazer "estrago"

Graziela Rezende
Policiais apresentam material apreendido pelo grupo (Foto: Simão Nogueira)Policiais apresentam material apreendido pelo grupo (Foto: Simão Nogueira)

A quadrilha presa no sábado (31), após roubo de um bufê, tinha dois estopins, 30 gramas de explosivos e três metros de cordel, quantidade suficiente para fazer um "estrago" em caixas eletrônicos da Capital e que estavam escondidos em duas casas, no bairro Danúbio Azul. Os acusados pelo roubo foram presos durante a comemoração de mais um roubo.

Dos nove envolvidos, cinco permanecem presos e a intenção agora é descobrir quais locais seriam os alvos do bando. Segundo a delegada Maria de Lourdes Cano, responsável pelas investigações, eles chegaram à Defurv (Delegacia Especializada de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos) nesta manhã (3), juntamente com o “mentor” Mário Alencar Dutra, 26 anos, que veio do Piauí somente para cometer os crimes.

Todos devem ser interrogados entre hoje e amanhã. “Vamos falar com um a um separadamente e descobrir ao certo como se conheceram e quais os possíveis alvos de assalto”, afirma a delegada.

Ao todo, horas depois do assalto ao bufê, dez pessoas foram presas, incluindo um adolescente infrator. Se comprovado todos os crimes, a delegada fala que eles serão indiciados por roubo, formação de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documento falso, uso de arma de fogo e corrupção de menores.

Assalto - A esposa e cinco funcionários foram surpreendidos por quatro homens que chegaram em um gol prata. Um ficou no carro, enquanto os três entraram e anunciaram o assalto. O trio, que não escondeu o rosto, portava um revólver calibre 45.

A equipe do bufê, incluindo o dono, que teve a arma apontada na cabeça, foi trancada em uma sala, mas ninguém chegou a ser agredido. Os assaltantes deixaram o local levando uma camionete branca, um notebook, celulares, alianças e R$ 2,4 mil em dinheiro.

Festa - Após o assalto, eles seguiram para um bar onde outros seis integrantes o esperavam. A polícia informou que um deles levaria o veículo roubado ao Paraguai. A camionete seria trocada por drogas. O restante dos materiais apreendidos foi encontrado em uma casa, no mesmo bairro.

Os assaltantes só foram identificados porque, durante o roubo, o dono do bufê conseguiu ligar para familiares, que acionaram o 190. Ele também se lembrou de apertar o “botão do pânico”, que chama a equipe de segurança contratada.

Mário Alencar Dutra, 26 anos, foi preso no outro dia, na rodoviária da Capital, quando tentava embarcar a Ponta Porã, com uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa do Maranhão, em nome de Rodrigo Alves dos Santos. Pelo documento, ele pagou R$ 300.

Para despistar a policia, o bandido contratou duas adolescentes para que o acompanhassem na viagem. Cada uma recebeu R$ 1 mil pelo serviço.




PM PRENDE, TIRA FOTO DE TUDO E ESSA DELEGADA QUE GOSTA DE APARECER NA MÍDIA FICA FAZENDO PROPAGANDA ! NÃO É A PRIMEIRA VEZ. DESCONFIA QUERIDA, VÁ PARA O CAMPO TRABALHAR !
 
elida cris em 03/09/2013 15:12:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions