A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/08/2010 07:38

Residentes cruzam os braços e analisam proposta hoje

Redação

Médicos-residentes iniciaram esta manhã uma greve por tempo indeterminado. Somente às 9 horas eles vão analisar a proposta do governo, que ofereceu reajuste de 20% à categoria.

A Fenam(Federação Nacional dos Médicos) reivindica aumento de 38,7% na bolsa-auxílio que está congelada em R$ 1.916,45 desde 2006.

Na manhã de hoje, residentes da Santa Casa e do HU (Hospital Universitário) se concentraram na entrada da Santa Casa, onde permanecerão até o momento da votação. O resultado da assembleia feita em Campo Grande será encaminhado à Associação Nacional de Médicos-Residentes.

De acordo com o representante da categoria na Santa Casa, Daniel Gonçalves de Miranda, 25 anos, o hospital tem 72 residentes e todos aderiram à greve.

Procedimentos eletivos, aqueles que podem ser agendados, serão comprometidos, assim como outros serviços que ficarão mais lentos.

Já o atendimento aos pacientes que estão internados serão mantidos, assim como casos de urgência e emergência.

Os médicos-residentes são membros temporários do corpo clínico e correspondem a 40% do efetivo da Santa Casa.

No Hospital Universitário, são 105 residentes, dos quais 58 engrossam o movimento grevista.

Segundo a representante da categoria no HU,

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions