A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/03/2010 09:13

Restos mortais de Dudu são exibidos a jurados do caso

Redação

Os restos mortais que seriam do menino Dudu, morto em 2007, foram exibidos nesta manhã às sete pessoas que fazem parte do Conselho de Sentença que vai julgar o acusado do crime, José Aparecido Bispo da Silva. O júri começou às 8h e deve ir até à tarde.

O pedido foi feito pelo promotor do caso, Douglas Santos. Ele explicou que a solicitação foi feita para que as pessoas tivessem a clareza da crueldade do crime. Também foram exibidas pás e outras ferramentas que teriam sido usadas pelos assassinos do menino.

São cerca de 700 fragmentos de ossos, encontrados em um terreno baldio no conjunto Aero Rancho, vizinho ao bairro onde Dudu morava.

O promotor pediu inicialmente para que a exibição da urna com os restos mortais fosse feita no plenário, o que foi negado pelo juiz que preside o júri, Aluísio Pereira dos Santos.

Em decorrência disso, os jurados foram levados a uma sala separada para ver a urna, um caixão branco, de criança, onde foram colocados os ossos que seriam de Dudu.

Não há comprovação cientifica da identificação porque os exames foram inconclusivos em razão do estado em que os ossos foram encontrados, mais de um ano depois de Dudu desaparecer.

O júri popular do acusado da morte do menino tem 4 mulheres e três homens. Na escolha, a defesa dispensou duas pessoas e a acusação três.

O juiz também pediu para que pessoas que moram na região se declarassem impedidas, assim como quem tivesse algum grau de parentesco.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions