A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/02/2010 13:44

Saúde estuda trocar pela 4ª vez larvicida contra dengue

Redação

Cinco meses depois, a Secretaria Estadual de Saúde estuda, de novo, trocar o veneno usado contra o mosquito transmissor da dengue em Campo Grande. O produto havia sido substituído em setembro do ano passado.

O diretor de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde, Eugênio Barros, admitiu que o órgão está analisando a substituição do larvicida. No ano passado, o Centro de Controle de Zooneses adotou o biolarvicida Difubenzuron, que foi anunciado como a nova arma para combater a doença.

Três meses depois, em dezembro, a Secretaria Municipal de Saúde já admitiu nova epidemia de dengue, três anos após a doença ter atingido 45 mil pessoas e causado duas mortes.

De acordo com Barros, técnicos do CCZ constaram, empiricamente, que o produto é menos eficaz. Eles realizaram testes e confirmaram que o biolarvicida mata 50% menos Aedes aegypti, o transmissor da dengue. No entanto, a substituição e a ineficácia não foi avalizada pelo Ministério da Saúde, que depende de pesquisa e analise cientifica para confirmar as suspeitas dos técnicos municipais.

Enquanto a eficácia do veneno é questionada, a dengue já causou 12,5 mil vítimas na Capital. A Secretaria Estadual de Saúde investiga três óbitos.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions