A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/10/2016 21:52

Sem recadastramento, 1.996 servidores do Estado têm salários cortados

Nyelder Rodrigues

O Governo do Estado vai cortou da folha de pagamento, temporariamente, 1.996 servidores aposentados e na ativa que não participaram do Censo Previdenciário, que se encerrou em 2 de setembro. Para que o pagamento seja retomado, basta que atualização cadastral seja realizada.

No Diário Oficial estadual de 15 de setembro, 2.268 segurados que não compareceram no prazo correto foram convocados para realizar a atualização. Porém, apenas 272 procuraram os órgãos designados para regularizar a situação, conforme dados divulgados pelo Governo do Estado.

Além disso, 539 servidores ativos foram convocados pelo Executivo, mas só 137 procuraram a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) para realizar o recadastramento obrigatório.

Segundo a secretaria, estão inseridos nesse total os trabalhadores que estavam em trâmite para a aposentadoria durante o Censo, além dos que estão com os cargos em vacância por cedência para outros órgãos. Nestes casos em específicos de vacância, o servidores já não recebiam o salário.

Já a Ageprev (Agencia de Previdência de Mato Grosso do Sul) informa que só 66 dos 854 servidores aposentados e que foram convocados compareceram. Com relação aos pensionistas, só 69 dos 875 convocados foram se regularizar.

Os bloqueios de salário e pensões ocorre já a partir da folha de pagamento do mês de setembro - em que o pagamento é feito neste mês de outubro. Quem não se regularizar até março de 2017, será desligado por definitivo da folha de pagamento.

Para realizar o recadastramento, os aposentados ou pensionistas devem procurar à Ageprev, que fica na avenida Mato Grosso, 5.778, Bloco I, Jardim Veraneio. Já os servidores ativos devem comparecer à SAD, localizada na avenida Desembargador José Nunes da Cunha, bloco I, Parque dos Poderes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions