A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/03/2013 17:36

Senado aprova emissão gratuita de documento que substituirá o RG

Adriel Mattos
Registro de Identidade Civil vai substituir o Registro Geral nos próximos 10 anos. (Foto: Divulgação)Registro de Identidade Civil vai substituir o Registro Geral nos próximos 10 anos. (Foto: Divulgação)

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (21) a primeira emissão gratuita do RIC (Registro de Identidade Civil), documento que substituirá o RG (Registro Geral) nos próximos dez anos.

O custo de R$ 40 é considerado alto, segundo o senador Ciro Nogueira (PP-PI). O valor foi estimado em abril de 2010, quando o governo anunciou a mudança do documento, uma vez que a identidade traz um chip eletrônico com informações do cidadão.

A troca do RG tradicional pelo RIC vai dar maior "segurança e eficiência" na identificação do cidadão, mas não seria justo que ele tenha que custear a troca, de acordo com o relator do projeto, senador Benedito de Lira (PP-AL).

O novo documento de identidade será único para o Brasil e terá dez dígitos (uma sequência de nove números mais um dígito verificador). Cada Estado adota hoje uma numeração diferente e seus próprios sistemas de emissão das carteiras de identidade, sem se comunicarem. A ideia do governo é trocar todos os documentos - atualmente são 150 milhões - em até dez anos.

Nesse período, as duas carteiras (antiga e nova) serão aceitas, pois a substituição será feita pouco a pouco e dependerá do governo aparelhar os institutos com equipamentos para gerar o novo documento.

O RIC será similar a um cartão bancário com chip e reunirá dados pessoais, CPF e Título de Eleitor, e a impressão digital adaptada ao AFIS (sigla em inglês para Sistema Automático de Identificação de Impressões Digitais).

A emissão do novo documento ainda não tem data para começar em Mato Grosso do Sul.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions