A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

21/09/2011 15:19

Separado há 16 anos, homem doa rim e salva vida da ex-mulher

Nadyenka Castro

Pedido foi feito pela filha do casal em outubro do ano passado. Depois disso, Maria de Fátima passou mal e o transplante só pode ser feito nesta semana

Nestor doou rim para Maria de Fátima. Eles foram casados por 19 anos, estão separados há 16, têm dois filhos e agora dividem o quarto do hospital. (Foto: Simão Nogueira)Nestor doou rim para Maria de Fátima. Eles foram casados por 19 anos, estão separados há 16, têm dois filhos e agora dividem o quarto do hospital. (Foto: Simão Nogueira)

Há 20 anos, Maria de Fátima Gomes, 53 anos, descobriu que tinha rim polícistico. De lá para cá foram várias visitas a médicos, duas cirurgias, hemodiálises e uma internação em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Nessa terça-feira ela fez o segundo procedimento cirúrgico e que deve ser o último no tratamento contra o problema hereditário: Maria de Fátima recebeu um rim do ex-marido, Nestor Bezerra da Silva, 60 anos.

De acordo com a médica responsável pelo setor de Transplante Renal da Santa Casa, Thaís Vendas, esse é o primeiro caso de doação de ex-marido para a ex-esposa. “Nunca tinha acontecido. Para o homem doar para a esposa é raro, já a esposa doar para o marido é comum”, diz a profissional.

Maria de Fátima e Nestor moram em Dourados, a 233 quilômetros da Capital, foram casados por 19 anos, têm um casal de filhos e há 16 anos estão separados. Em outubro do ano passado, uma semana antes da internação na UTI e já depois de ter retirado um rim, ela soube que iria precisar de um transplante para continuar vivendo.

Foi então que ela e os filhos deram início à luta por um doador. Familiares não podiam pois os cistos são hereditários. A saída foi apelar para o ex-marido.

“Minha filha não falou para quem era, mas de imediato aceitei. Depois ela falou: é para a mãe. Eu faria isso para o meu pior inimigo”, diz Nestor, explicando que, para ele, o importante é “ajudar o próximo, seja quem for”.

Uma semana depois, Maria de Fátima passou mal e foi parar na UTI. Ela teve anemia, emagreceu 15 quilos, fez hemodiálises e, enquanto se recuperava, Nestor fazia os exames de compatibilidade.

Quando quase tudo deu certo, faltava a autorização judicial para a realização do transplante. “Vim duas vezes aqui em Campo Grande e ainda faltavam assinaturas”, lembrou Marta.

Na semana passada, enfim, tudo ficou pronto. No domingo o casal se internou e na manhã de terça-feira os médicos retiraram o rim direito de Nestor e colocaram em Maria de Fátima.

“Nós entramos na sala de cirurgia às 7 horas. Oito horas começou e às 14h30min terminou”, conta a médica responsável pelo setor.

Agora, o casal divide o mesmo quarto de enfermaria, passa bem e espera que o caso deles sirva de exemplo de solidariedade e generosidade.

“A pessoa sadia pode ajudar o próximo sempre. Eu creio que isso irá servir de exemplo para outras pessoas”, avalia Nestor, que recebe alta nesta quinta-feira, já Maria de Fátima, segundo ela, fica até o início da próxima semana. “Estou muito feliz, só espero que não tenha reação”, comemora.

Thaís Vendas explica que falta estrutura para fazer transplantes. (Foto: Simão Nogueira)Thaís Vendas explica que falta estrutura para fazer transplantes. (Foto: Simão Nogueira)

Fila- Além de salvar a vida da ex-esposa, o encarregado de transporte ajudou a reduzir a fila de pessoas a espera de um rim.

Conforme a médica Thaís Vendas, atualmente, 400 pessoas em Mato Grosso do Sul esperam por uma doação do órgão. Segundo ela, a fila é grande, porque no Estado não há estrutura para o procedimento cirúrgico de doador morto.

Somente de pessoas vivas, porque, neste último caso, os envolvidos recebem alta mais rápido, o risco é menor e pode ser feito agendamento para uso do CTI (Centro de Tratamento Intensivo).

Para o transplante de rim de pessoas que já morreram, fala Thaís, é preciso um CTI exclusivo para o procedimento e como falta vagas no setor, não há como fazer o procedimento cirúrgico a qualquer momento. “Não tem vaga nem para quem está vivo”, lembra a médica.

Por causa da falta de estrutura, somente neste ano, 20 rins de pessoas mortas foram enviados à São Paulo, para ajudar na fila daquele Estado. “Quem a gente sabe que tem boas condições eu indico se inscrever na fila de lá. A pessoa já fica de sobreaviso, aí é só comprar a passagem de avião e ir”, diz.

Neste caso, o hospital responsável liga para o paciente, que tem que estar no local indicado em poucas horas. Por isso, que para estar na fila de outro Estado, a pessoa precisa ter condições financeiras para bancar viagens a qualquer momento.

A médica declara ainda que os transplantes de pessoas vivas só estão sendo realizados graças à boa vontade dela e de outra profissional, que ficam responsável pelo pós-operatório. “Nós estamos fazendo o pós-operatório. Se não montar uma equipe não tem jeito”.

Para o transplante de órgão de pessoas vivas é preciso, além da compatibilidade sanguinea e de tecidos, autorização judicial.



Olha foi o gesto mais bonito que eu já vi, apesar de separados ainda estão unidos pelo laço que ainda unia esses dois e pelos seus filhos. Conheço pessoalmente o Nestor desejo para ele e para sua ex esposa que lhes dê uma ótima recuperação e que sirva de exemplo para todos.Parabéns Nestor pela sua generosidade. Perdi um grande amigo a três anos atrás, pois infelismente não teve essa mesma sorte.
 
diva soares da silva gaia em 22/09/2011 11:32:18
Gesto admirável do Srº Nestor, afinal não são todas as pessoas que se dispõem a fazer algum ato como este para ex companheiro(a).Que tenha sido bem recebido essa atitude e que a Srª Maria se recupere bem. Se cada um pensássemos como esse homem, independente pra quem fosse, e para qual situação fosse, sem dúvidas teríamos um mundo mais humano e solidário.
 
Joicy Godoy em 22/09/2011 10:27:03
Felicidades à família.
Que continuem assim,sempre unidos,e com muita,muita saúde.
Deus abençoe.
 
ANDREA SANTOS em 22/09/2011 09:59:15
Me emocionei ( brotou uma lágrima em meus olhos) com essa história, uma família unida pelo amor,filhos e pais. Parabéns que o amor que existe dentro de seus corações se espalhem por todos que estão a volta de vcs.
 
Profª Ana Lúcia em 22/09/2011 08:59:13
Lindo o gesto, Parabéns Amigo Nestor que Deus derrame Chuvas de benção sobre ti....
 
Silmara Bispo em 22/09/2011 08:51:40
Condordo com vc Carlos Alberto, a Luiza fez um comentario infeliz perante a situação pois não estamos falando de feminismo nem machismo e sim de uma atitudo nobre em prol a salvação de um outro ser humano, a unica coisa a se dizer no momento é: QUE DEUS ABENÇOE A TODOS QUE TENHAM ATITUDES SEMELHANTES, "FAZER O BEM SEM OLHAR A QUEM", mesmo nos dias de hoje ainda é valido.
 
SUELI MATOS DA SILVA em 22/09/2011 08:50:40
Qto ao comentário de Luiza, há Mulher e mulheres, Homem e homens, qto a dar a vida, muitas mulheres dão, e abandonam os recem nascidos, outras abortam, comclusão, não se deve generalizar.
Qto a doação é o gesto maior , Gesto de Amor.
 
Carlos Alberto em 21/09/2011 10:09:14
Prabens a esse homem q n pensou no passado e sim na situacao q ela c encontrava ela deve muito ale. Por isso q bom hj em dia ter uma separacao estavel... q deus abençoie els...
 
joseina silva da paz em 21/09/2011 10:05:33
fico feliz pelo casal,eu também doei meu rim para o meu marido a dois meses e to muito feliz e ele também . e parabenizo a doutora Thais pelo o sucesso de todos o pacientes.
 
sonia rodrigues em 21/09/2011 09:23:16
BELA ATITUDE, BELISSIMA!!!!
 
rodrigo mareto em 21/09/2011 08:29:17
grandioso gesto assim que nos devemos ser tao grande como este homem que apesar da separaçao foi muito generoso com a mae de seus filhos ajudando a melhorar a qualidade de vida dela,a vida de uma pessoa que faz hemodialise e muito dura so sabe quem passa por isto que Deus possa abençoar muito esta familia e que nos passamos tambem refletirmos um pouco sobre a vida,para podermos tbm fazermos algo
 
cristina de oliveira pereira em 21/09/2011 07:11:32
PARABENS PARA ESTE SENHOR QUE DEMOSTROU TER UMA CORAÇAO BOM ALEM DE UM RIM BOM, QUE DEUS POSSA RECOMPENSAR ELE GRANDIOSAMENTE.
 
EDSON SILVA em 21/09/2011 05:30:47
Fico Feliz pela vida do Sr. Nestor por toda familia. Que Deus possa abençoar essa familia grandiosamente dando muita paz e saude.
 
Franciele dos santos pereira em 21/09/2011 05:27:21
Não Concordo muito com a tese da LUIZA RIBEIRO, isso depende muito de como é o comportamento da mulher, da mesma forma que ela pode dar a vida éla tambem pode tirar, então muito embora eles tenham se separado a 19 anos viveram algo em comum e ficou um laço muito forte entre os dois. Constituiram um familia, e o destino fez com que se tivessem de unir novamente, que Deus abençoe os dois.
 
jose carlos em 21/09/2011 04:57:25
Fico muito feliz e dou graças a Deus pela iniciativa desses senhor para com sua ex- esposa. Isso nada mais é do que uma demonstração de amor para com a própria ex-esposa, para com seus filhos e para com o próximo de maneira geral. Que Deus abençoe a ambos e a seus filhos. Que sirva de exemplo, em especial nesses tempos em que tanto se ouve e se lê noticias de aplicação da tal Lei Maria da Penha.
 
Fernando Silva em 21/09/2011 04:38:39
Muito bem. Que homem consciente. Os homens tem que dar tudo às mulheres: rins, fígados, pulmões, coração...pois as mulheres lhes dão à luz.
 
Luiza Ribeiro Gonçalves em 21/09/2011 04:16:41
Realmente ainda existe ESPERANÇA!!!
 
sandra lima em 21/09/2011 03:56:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions