A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/03/2015 18:06

Servidores do TJMS fazem "intervalo sincronizado" em protesto na quinta

Ricardo Campos Jr.

Enquanto as negociações de reajuste no Judiciário Estadual não chegam a um desfecho, servidores de todas as comarcas de Mato Grosso do Sul prometem fazer um intervalo sincronizado nesta quinta-feira (26) em tom de protesto pelo não atendimento das reivindicações.

A ideia é que todos os trabalhadores façam o intervalo de 15 minutos os quais têm direito ao mesmo tempo, evitando, assim, prejuízos nos atendimentos. Em nota publicada no site do Sindjus/MS (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul), o Conselho Geral orienta os funcionários a não extrapolarem o prazo para não receberem qualquer tipo de punição.

Conforme a entidade, o movimento está marcado de 15h às 15h30. Conforme alegação do sindicato, os funcionários têm uma das piores remunerações entre os tribunais do país. A assessoria de imprensa da instituição afirma que a categoria aguarda uma resposta dos dirigentes do órgão e não é descartada possibilidade de greve geral.

Outro lado – Em nota, o TJMS contradiz o Sindjus e afirma que os servidores tiveram reajuste de 20,31%, ou seja, acima da inflação, de 2012 a 2014. Além disso, em 2015 será pago um abono de R$ 200 previsto para ser incorporado ao salário a partir de 2016.

Com relação à política de valorização dos servidores, foram implantados vários benefícios, como auxílio alimentação (que segundo o TJMS passou de R$ 200 para R$ 700 desde que foi criado), adicional de qualificação, auxílio para educação infantil e até auxílio funeral.

Sobre o salário dos funcionários, a nota afirma que Mato Grosso do Sul está na media dos 10 tribunais de pequeno porte do país. Nenhum servidor ganha menos que R$ 2 mil por seis horas de trabalho, segundo garante o órgão, enquanto existem outros estados com vencimentos menores que R$ 1 mil.

Por fim, o TJMS afirma que está analisando o pedido do Sindjus, “levantando-se custos, e havendo possibilidade de serem novamente avaliados, quando da normalização da situação econômica do Estado e do país”.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Se é pra comparar com outros estados, é inarredável observar que os servidores do TJMS possuem a 2ª PIOR remuneração da categoria, comparados aos servidores do poder judiciário de todo o país! Acham que deram muito aos servidores, mas, com o tanto de aumento que concederam, ainda permanecemos nessa marca, com o salário defasado mais de 100%. Insta frisar, ainda, que o estado com melhor remuneração, o Maranhão, possui receita mais de 2 milhões de reais MENOR que o MS, 2 mil servidores MAIS que o MS, e ainda assim paga aos servidores MAIS QUE O DOBRO do que recebemos no MS (obs: os juízes do MA recebem menos que os do MS). Chega de desculpas! Queremos ser valorizados, porque somos eficientes, qualificados e merecemos uma remuneração digna!
 
Ana em 25/03/2015 13:26:30
O Salário do Judiciário é o mesmo salário que se ganha nos EUA, trabalhando como empurrador de carrinho no Walmart ou trabalhando nessas empresas de fast food.

Em torno de 1200$ o salário mínimo deles.

Resumindo, SERVIDOR DO TJMS é a mesma coisa que o EMPREGO QUE SE PAGA MENOS no EUA.

 
Cyro Escobar Ribeiro Neto em 25/03/2015 13:23:56
Interessante os juízes recebem R$ 1.500,00 de auxílio alimentação mais R$ 1.500,00 de auxílio saúde e mais R$ 5.000,00 de auxílio moradia. Sendo que o salário deles é no montante de R$ 33.763,00. Será que nós servidores não merecemos um auxílio alimentação no valor de R$ 800,00??? auxilio saúde e moradia nós não merecemos, pois não recebemos. Sem falar que nosso salário é R$ 3.783,46 (bruto). Dois pesos e duas medidas é bem Fácil, para a justiça.
 
Patricia em 25/03/2015 13:06:26
Nos deram R$ 200,00 de abono e estamos pedindo R$ 300,00. Isso não é diferença para se justificar com a crise do país. Enquanto isso, juízes e desembargadores do Estado recebem em média R$ 1.500,00 de auxílio alimentação + R$ 1.500,00 de auxílio saúde + R$ 5.000,00 de auxílio moradia = R$ 8.000,00 somente de auxílios!!!!! É maior que o salário da metade dos servidores do TJMS.
 
Silvana em 25/03/2015 11:44:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions