A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/04/2013 10:00

Sisem confirma assembleia e não descarta greve dos agentes de saúde

Jéssica Benitez

O presidente do Sisem (Sindicatos dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, confirmou a realização de assembleia com todos os agentes de saúde do município, às 19h de hoje, na sede da entidade. Na reunião serão discutidos vários pontos, entre eles, o mais importante é o indicativo de mobilização da categoria, seguido de greve.

O presidente disse que mesmo com o manifesto feito pelos agentes em frente à prefeitura no dia 9, não houve progresso no diálogo com o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, bem como com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

“Nós não queremos esse enfrentamento, mas o Executivo quer. O prefeito não quer diálogo, quer guerra”, disse o presidente do Sisem. Durante a assembleia os agentes serão orientados a trabalharem conforme o Ministério da Saúde preconiza e o que foi pactuado com a prefeitura. Segundo tabela de trabalho do ministério, cada servidor deve visitar 0,85% famílias por dia.

Segundo Tabosa, esse número não estava sendo respeitado. “Eles estavam fazendo mais de 1% de visita/dia. Uma média correspondente a 160 famílias por mês”, explicou. Cerca de 500 agentes de saúde são esperados para a reunião. Mesmo que seja aprovada, não há data definida para iniciar a greve.

Séria de problemas – Ainda serão debatidos temas como: o fim da meta de oito horas trabalhadas por dia, o não pagamento integral dos R$ 950 repassados pelo Governo Federal por meio do programa pró-funcionário, a demora na efetivação do Plano de Cargos e Carreiras e a proposta de reajuste salarial enviada ao prefeito que está até o momento sem respaldo.

Na próxima semana haverá outra assembleia, desta vez com todos os funcionários municipais. “Não queremos briga com o Executivo, mas se for preciso nós iremos debater a possibilidade de greve geral”, finalizou Tabosa.



olhas estou com as palavras da Silva e da Ester elas já dissero tudo o que tinha p/ ser dito vamos de vagar eu tenho ......categoria ????????????
 
rosa marciana do rosario em 17/04/2013 13:15:48
Esse tal de Tabosa, cara, que figura, passou o tempo todo quieto do lado do ex prefeito, agora quer movimentar alguma coisa, aos colegas servidores público municipal fica aqui uma observação, vamos com calma, inteligência, sem precisar que esse tabosa ou outros ligados ao ex prefeito e governador venham nos usar. sabemos dos nossos direitos e deveres, encher o saco do atual prefeito é pura sacanagem neste momento, vamos pedir melhorias sim, mas não do jeito que essa figura(tabosa) quer, aliás, deveriamos pensar em realmente construir um sindicato de verdade não de fachada. dinheiro é bom mas não é tudo, vamos conversar com o executivo e com certeza, o prefeito atual vai olhar por todos nós, todos.
 
silva souza em 17/04/2013 10:48:49
Eu penso que tem que ser justo, no sentido de que os agentes de saúde tem que trabalhar as 8 horas e de maneira correta e não fazer de conta que trabalha. Os outros funcionários da saúde trabalham 8 horas e recebem como tal. O que é certo tem que ser feito, trabalho recebe, e se não está satisfeito com o tipo de trabalho pede para sair simples. Tem muita gente ai neste cargo fazendo de conta que trabalha e fazendo visita fria e ainda recebe, como se tivesse trabalhado. Enquanto não tiver quem fiscaliza vai ser assim.
 
Ester Moraes em 17/04/2013 10:44:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions