A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/02/2010 10:54

Site de inscrições do Prouni não oferece vagas para MS

Redação

Estão abertas a partir de hoje as inscrições para o Prouni (Programa Universidade para Todos). Para concorrer, o estudante precisa ter alcançado 400 pontos na média das quatro provas e da redação no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em 2009, e ter cursado o ensino médio em escola pública. Porém, no site (http://siteprouni.mec.gov.br/) onde são feitas as inscrições não estão disponíveis as vagas para o Estado.

As inscrições terminam na próxima quarta-feira (10). A lista com os candidatos pré-selecionados será divulgada no próximo dia 13 e a comprovação e matrícula na instituição de ensino serão feitas entre os dias 17 e 26 de fevereiro.

Na central de atendimento do MEC, no número 0800-616161, o atendente respondeu que a ausência do MS no quadro de inscrições significa que não haveria nenhuma instituição de nível superior no Estado que esteja fazendo parte do programa.

A UCDB disse que está disponibilizando vagas e que o erro pode ser do site do MEC. Na Uniderp não havia funcionários para responder sobre a questão. A Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados) respondeu que disponibiliza todas as linhas de crédito e programas de assistência estudantil e que o erro seria do site do MEC.

O estudante de Publicidade e Propaganda, Pablo Aguilera, 20 anos, disse que conseguiu fazer a inscrição através da guia "Acesse o Sistema do Prouni", onde colocou seus dados pessoais e uma senha, que teve acesso quando se inscreveu no Enem, "nesse sistema tem as vagas disponíveis para o MS". Pablo contou que sua irmã também fez a inscrição para o curso de Psicologia na Uniderp.

Prouni - Serão oferecidas 165 mil bolsas de estudo em 1.399 instituições de ensino que aderiram ao programa. Do total, 86 mil são integrais e 79 mil parciais (o aluno paga 50% da mensalidade).

Para ter direito à bolsa integral, além de ter cursado o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral em escola particular, o candidato deve comprovar renda de até um salário mínimo e meio (R$ 765) por pessoa da família.

Para as bolsas parciais, a renda máxima é de até três salários mínimos por pessoa da família. Os estudantes que conseguirem bolsas parciais podem pleitear empréstimo do Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (Fies) para pagar o restante da mensalidade.

Em seguida, o Ministério da Educação abrirá uma segunda fase de inscrições, para as bolsas remanescentes. As inscrições da segunda fase estarão abertas de 4 a 7 de março.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions