A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2014 10:43

Site indica os locais mais violentos da cidade e apresenta estatísticas

Francisco Júnior
Página do site.Página do site.

Criado por estudantes de computação da Bahia, o site Onde Fui Roubado mapeia os locais mais violentos de 406 municípios de todas as regiões brasileiras. Em Mato Grosso do Sul, a Capital é a cidade em que há mais registros na página: de 14 de fevereiro de 2012 até esta terça-feira (29) foram registradas 41 ocorrências dos mais variados tipos de crimes.

Como a plataforma não tem vinculo algum com o sistema da Polícia, as informações divulgadas são baseadas no registro feito pelas vítimas. “Nosso site é uma plataforma colaborativa. A ideia foi criar uma ferramenta para as pessoas saberem os locais mais perigosos e se prevenir”, explicou o estudante Fernando Sandes, 23 anos, que criou o site em 2012 junto com Filipe Norton e Márcio Vicente, todos universitários da UFBA (Universidade Federal da Bahia).

Segundo Fernando, o site cada vez mais está se tornando popular e o número de acesso aumenta a cada dia. Só no mês de março foram 26 mil pessoas que utilizaram a ferramenta. Em Mato Grosso do Sul, ainda é pouca a adesão, mas já constam dados de algumas cidades: em destaque Campo Grande. Nós últimos três meses foram 16 registros no site.

"Fui assaltado retornando do serviço por dois indivíduos em uma moto titan preta. Portavam uma faca e levaram o meu celular", registrou no dia 24 deste mês um rapaz assatado na Avenida Noroeste, no bairro Cabreúva. O site não divulga a identidade da vítima.

Conforme os dados do site, a Capital é a 37ª cidade mais violenta do País. Consta na plataforma registrados 16 assaltos à mão armada, nove arrombamento veicular, cinco furtos, quatro roubos de veículos, quatro arrombamento domiciliar e dois sequestros relâmpagos.

Segundo o site, a maioria das vítimas são homens (61%) e a maior parte dos crimes acontece de noite. O Onde Fui Roubado informa que no total, com esses crimes, Campo Grande já teve um prejuízo de R$ 249.237,00.

Ainda de acordo com a página, o centro é o local da cidade onde mais ocorreram crimes. Em segundo vem Vila Manoel da Costa Lima, seguido de Jardim Monte Líbano, Monte Castelo, Jardim São Lourenço, Carandá, Itanhanga, Jardim Monumento, Guanandi e Vila Glória.

Apesar da ideia inovadora, Fernando afirma que até agora apenas a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais entrou em contato para realizar uma parceria. “ Nossa ideia é colaborar com a segurança do País”, acrescentou o estudante.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions