A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

12/11/2010 10:31

STF rejeita pedido de Arcanjo para ser transferido de MS

Redação

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ayres Brito, rejeitou ontem o pedido de liminar em habeas corpus impetrado pela defesa do João Arcanjo Ribeiro, conhecido como "Comendador", para cancelar a medida que prorrogou a permanência dele na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, onde está desde 2007.

A defesa de Arcanjo alegava que a prorrogação é ilegal, argumento rejeitado pelo ministro na decisão dada ontem. O mérito do pedido de hábeas corpus ainda vai ser analisado.

Em fevereiro deste ano, a defesa de Arcanjo já havia pedido uma transferência de Campo Grande para Cuiabá (MT), o que foi negado.

Histórico- João Arcanjo foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão por crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha, sonegação fiscal e contrabando.

Ele cumpria a pena na penitenciária Pascoal Ramos, em Cuiabá, onde morava, e foi transferido para Campo Grande, após a suspeita de que haveria uma rebelião de grandes proporções, quando o bicheiro poderia ser usado como refém.

Em outubro de 2008, a permanência no presídio federal foi prorrogada em 360 dias, alegando a periculosidade do preso e sua extensa ficha criminal. O prazo foi novamente prorrogado este ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions