A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/08/2013 18:32

TCU condena ex-presidentes da ABCG a devolver R$ 357,2 mil aos SUS

Aline dos Santos e Vinícius Squinelo

O TCU (Tribunal de Contas da União) rejeitou recurso da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), que comanda a Santa Casa, e condenou a entidade a devolver R$ 357,2 mil ao Fundo Nacional de Saúde (FNS), que faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS).

O acórdão do Tribunal condenou a ABCG e responsabilizou também Sinval Martins de Araújo e Arthur D’Avila Filho, ex-presidentes da entidade. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (12).

Os ministros do TCU, reunidos em sessão da 1ª Câmara, decidiram por rejeitar as alegações de defesa da ABCG, e deu prazo de 15 dias para que o montante seja depositado na conta do Fundo Nacional de Saúde.

Segundo o acórdão, os valores a serem devolvidos são referentes à cobranças irregulares realizadas pela Santa Casa de Campo Grande entre 13 de fevereiro e 16 de dezembro de 2004. O montante foi acumulado por despesas com autorização de internações hospitalares e no sistema de informações ambulatoriais, pagos com verba do SUS (Sistema único de Saúde).

O caso foi relatado pelo ministro do TCU José Múcio Monteiro. Estavam presentes na decisão os ministros Valmir Campelo (Presidente), Walton Alencar Rodrigues e o próprio José Múcio, além do ministro-substituto convocado Augusto Sherman Cavalcante.

Impasse sobre uso de contas e CNPJ da ABCG segue na Justiça
Segue nas mãos do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) o impasse sobre a decisão do juiz Amauri Kuklinsky, que proíbe a junta intervento...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


Se for verdade isso, ainda existe órgãos públicos com credibilidade inabalada.
 
jose carlos em 13/08/2013 08:03:34
O certo é isso, condenar a devolver o valor que causou de danos, corrigido e no máximo uma punição de prestação de serviço em lugar que não da prejuízo ao estado. Cadeia para esse tipo de crime é burrice.
 
luiz alves em 13/08/2013 07:43:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions